Jadson vira solução do Corinthians, mas clube não deve pagar multa ao SP

Jadson vira solução do Corinthians, mas clube não deve pagar multa ao SP

Jadson vira solução do Corinthians, mas clube não deve pagar multa ao SP

Jadson vira solução do Corinthians, mas clube não deve pagar multa ao SP

Jadson resolveu os problemas do Corinthians desde que entrou no time, mas isso não deve fazer o clube desembolsar R$ 1 milhão para ter o jogador no clássico contra o São Paulo, no próximo domingo. Após a goleada de 4 a 0 sobre o Linense, Mano Menezes deixou claro o caminho que o clube do Parque São Jorge deve seguir.

'O que é acordado tem de ser cumprido. Se você estabelece uma multa, paga, está escrito. Foi o acordado entre as duas partes. Eu acredito bastante no grupo e acho que a maior demonstração de confiança é deixar o Jadson fora e confiar em alguém que não vem jogando', disse Mano Menezes à rádio Globo.

A fala do treinador não é a única pista que sai do Corinthians. O clube hoje preza bastante a boa relação com o São Paulo, e sabe que desagradaria o rival se decidisse pagar por Jadson. A não-utilização do jogador nos clássicos até o fim do ano foi um dos pressupostos para que a troca por Alexandre Pato fosse concretizada.

Mesmo assim, o São Paulo deixa o assunto em aberto. 'O acordo prevê que ambos não exponham seus atletas contra as ex-equipes. A multa é um detalhe complementar. Eu ficaria surpreso, mas seria uma surpresa agradável tendo em vista o valor envolvido', disse João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol do São Paulo, também à rádio Globo.

Além disso, a situação financeira do Corinthians também não permite tamanho arroubo econômico. Para efeito de comparação, R$ 1 milhão é menos do que o clube desembolsou por Bruno Henrique e Luciano, ambos destaques do elenco reformulado por Mano e companhia.

Sorte do São Paulo, então. Desde que estreou, Jadson já fez três gols e viu seu time vencer quatro dos cinco compromissos, sendo que os triunfos foram todos em sequência. O Corinthians não tinha uma série tão positiva há mais de um ano, e não vencia por quatro gols de diferença desde setembro de 2013.

'É uma cláusula que colocaram no contrato, por isso fico triste de não poder atuar. Justo agora que estou tendo uma boa sequência de jogos. Vou ficar torcendo pelos meus companheiros, que têm condições de conquistar a vitória', disse Jadson. 'Vamos encontrar uma solução para fazer um bom clássico sem o Jadson', completou Mano.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    ver detalhes
  • Camisa do Corinthians criada por torcedores em homenagem à Chape

    Corinthians bate o martelo sobre homenagens à Chapecoense

    ver detalhes
  • Ronaldinho chegou a estar na mira do Corinthians, revela agente

    Irmão de Ronaldinho Gaúcho revela 'plano de marketing' do Corinthians e provocação de Andrés

    ver detalhes
  • Brasileirão agora tem quatro vagas - não três - à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes