"Fifa não manda no estádio do Corinthians", diz presidente

"Fifa não manda no estádio do Corinthians", diz presidente

Sanchez está pouco se importando com o que a FIFA pensa

Sanchez está pouco se importando com o que a FIFA pensa

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, se mostrou incomodado nesta quinta-feira com as previsões acerta do futuro da Arena Corinthians, palco da Copa do Mundo em São Paulo. Ele afirmou que o estádio só deve se tornar preocupação da Fifa quando for liberado para a administração da entidade que rege o futebol mundial.

'A Fifa não manda no estádio do Corinthians. O estádio é nosso. Eles vão mandar aqui quando dermos a chave para a Fifa. Aí eles fazem o jogo que quiserem lá. Enquanto isso não acontece, o estádio é nosso, quem manda lá é o Corinthians', declarou o dirigente, ao questionar as previsões sobre o jogo de abertura da arena.

'A estreia da Arena Corinthians vai ser Corinthians x Corinthians [veteranos]. É uma estreia nossa, e não da Fifa. Decidimos quem joga, que horas, quando. Isso é problema do Corinthians e ninguém tem nada a ver com isso', disse Gobbi.

Passada a irritação, o presidente amenizou o tom ao reiterar que o estádio ficará pronto nos prazos definidos junto à Fifa. E que as estruturas temporárias, que ainda dão dor de cabeça ao secretário-geral Jérôme Valcke, serão pagas pelo clube. 'Todo mundo pode ficar tranquilo porque será pago e vamos ter Copa lá. Só não sabemos como será pago ainda', afirmou, referindo-se à estimativa de R$ 60 milhões para bancar estas estruturas.

Gobbi revelou que recebeu as garantidas do próprio Andrés Sanchez, em reunião realizada com a diretoria de futebol nesta semana. 'Ficamos sabendo dos números, como anda a obra e ficamos bem tranquilos com o andamento', declarou o dirigente. Ex-presidente corintiano, Sanchez é o responsável destacado pelo clube para tratar do estádio.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes