Será que só a torcida é o bastante para a união?

Será que só a torcida é o bastante para a união?

Volante diz ser torcedor do Corinthians, mas só o amor não basta

Volante diz ser torcedor do Corinthians, mas só o amor não basta

Foto: D.A.Jr./Agência Corinthians

POR: Lucas Bettine

A vontade de um jogador é, sem sombra de dúvida, importante para que uma transferência se concretize, mas não é o principal. Há dinheiro, prazos, concorrentes e muito mais coisas envolvidas. Elias e o Corinthians sabem bem disso.

O volante aceitou diminuir sua pedida salarial  e está louco para voltar a se vestir de preto e branco. Já deixou isso claro para o Sporting, seu clube, em Portugal. Mas a diretoria corintiana não terminou o dia de ontem muito otimista.

E olhe que o clube 'ganhou' um dia para tentar contratá-lo. O Timão, o Flamengo -; outro time interessado no jogador -;, Elias, seu pai e toda a imprensa acreditavam que a janela de transferências se fecharia ontem, às 23h59. Ledo engano. No último (ou penúltimo) dia, a CBF decidiu aparecer e confirmou que o prazo acaba hoje.

'Ganhamos mais um dia, mas, ainda assim, não está fácil. Acredito que não vá dar tempo e tenhamos de desistir', disse um membro da diretoria, ontem à noite, ao DIÁRIO.

A preocupação é que as 24 horas a mais não sejam suficientes para se chegar a um acordo financeiro com o Sporting, Elias assinar a rescisão e ter o novo contrato registrado. 

Ofertas/ O Corinthians apresentou duas ofertas. A de empréstimo até o fim do ano, bancando os salários de Elias, já foi recusada. Na segunda, o Timão se propôs a pagar R$ 12 milhões em quatro parcelas, dando os direitos de um jogador do elenco como garantia.

O Sporting passou o dia analisando a oferta corintiana e uma outra do Flamengo, semelhante à alvinegra, de R$ 12 milhões em quatro vezes. Mas, segundo pessoas envolvidas na negociação, o Corinthians está à frente do Rubro-Negro. Caso Elias consiga se livrar do Sporting, o Parque São Jorge deve ser o seu destino. Mas não é fácil.

Timão encaminha chegada do meia Petros

A chegada de Elias ganhou um capítulo de última hora, mas, enquanto tenta resolver a contratação do volante, o Corinthians conseguiu encaminhar a vinda de outro reforço para o meio.

O meia Petros, destaque do Penapolense no Campeonato Paulista, está com um pé e meio no Parque São Jorge.

A empresa Elenko Sports, ligada a Fernando Garcia -; irmão de Paulo Garcia, dono da Kalunga e ex-candidato à presidência do Timão -; comprou os direitos do meia junto ao Boa Esporte. 

Ele chega por empréstimo até dezembro e o Corinthians não colocará dinheiro do bolso na negociação. Assim, caso Petros seja vendido durante esse período, o Timão ficaria apenas com um percentual de vitrine.

A contratação do meia teve o aval de Mano Menezes. O treinador tem seis meias no elenco, mas apenas Jadson e Renato Augusto inspiram confiança para o time titular. 

Danilo é visto como um reserva e Rodriguinho, Ramírez e Zé Paulo estão bem longe de agradar ao treinador alvinegro.

Petros tem 24 anos e, nesse Paulistão marcou um gol, justamente nos 4 a 1 sobre o Santos.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes
  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians encara o Cruzeiro neste domingo, no Mineirão

    Resultado no Mineirão vale mais que os três pontos para Corinthians e Cruzeiro; entenda

    ver detalhes
  • Walter prestará homenagem a Danilo em suas luvas

    Walter usará luva personalizada em tributo a ex-goleiro da Chapecoense Danilo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes