Gobbi avisa: enquanto pagar salário de Pato, ele não enfrentará Corinthians

Gobbi avisa: enquanto pagar salário de Pato, ele não enfrentará Corinthians

Gobbi não quer ver o Pato jogando contra o Corinthians

Gobbi não quer ver o Pato jogando contra o Corinthians

As polêmicas fora do gramado envolvendo o clássico São Paulo e Corinthians, que acontece no próximo domingo, já começaram e são entre os presidentes dos clubes. O presidente do Corinthians não cogita a ideia de um acordo entre os clubes para que Jadson e Alexandre Pato entrem em campo no clássico.

Durante entrevista à Rádio Globo, Mário Gobbi descartou Pato jogando contra o Corinthians. 'Não preciso contato (com o São Paulo) e nem nada. O contrato é bastante claro. Quem quiser fazer uso do jogador paga 1 milhão de reais. O Jadson é do Corinthians e por um acordo, no primeiro ano ele não joga contra o São Paulo. O Pato não é do São Paulo. Em janeiro de 2016 ele tem que se reapresentar. Se o São Paulo quiser pagar os 400 mil de salário que o Corinthians paga, ele pode jogar', ressaltou o presidente corintiano.

'Eu não posso pagar 400 mil pra um jogador jogar contra o meu time e ainda marcar gol contra o meu time', completou Gobbi.

Uma cláusula contratual impede que Jadson e Alexandre Pato enfrentem os seus ex-clubes. No entanto, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, comentou que poderia entrar em acordo com o Corinthians para 'enriquecer mais o clássico'.

'Eu, pessoalmente, não vejo problema. Se você disponibiliza o atleta é porque você não o quer. Se ele está na equipe adversária, ele tem que ser feliz na equipe adversária', disse o presidente do São Paulo Carlos Miguel Aidar, mais cedo em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Alexandre Pato está no São Paulo por meio de empréstimo de dois anos e é o Corinthians que paga o salário do jogador. Por outro lado, Jadson já é jogador do Corinthians.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes