Em Barueri, Timão bate recorde, mas empata com o São Paulo em Majestoso brigado

Corinthians Corinthians 1 x 1 São Paulo São Paulo

Brasileirão 2014

Em Barueri, Timão bate recorde, mas empata com o São Paulo em Majestoso brigado

Por Meu Timão

Romarinho disputa bola com jogador são-paulino

Romarinho disputa bola com jogador são-paulino

Foto: Moises Nascimento / AGIF

Na Arena Barueri, o Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1. Fagner marcou para o Timão, enquanto Luis Fabiano empatou para o time do Morumbi. A equipe comandada por Mano Menezes ocupa agora a terceira posição da competição com oito pontos. Internacional (10) e Fluminense (9) estão à frente. Apesar de sofrer o primeiro gol no Brasileirão, o Timão bateu um recorde. A defesa alvinegra ficou 731 minutos sem levar gols. Na marca anterior, a equipe alvinegra ficou 619 sem ter sua rede vazada.

O jogo começou truncado. Enquanto Danilo encontrava o melhor posicionamento, Paulo Henrique Ganso buscava as ações ofensivas do adversário. A primeira chance só apareceria aos seis minutos, quando em erro de Fagner o São Paulo conseguiu um escanteio. Contudo, após duas cobranças consecutivas, o Corinthians se safou sem sustos.

A briga por espaços foi constante. O São Paulo mantinha a posse de bola, mas não conseguia penetrar na área corinthiana. Já a equipe alvinegra, se arriscava apenas em contra-ataques. O adversário fechava os espaços e o 0 a 0 prevalecia no placar. A ausência de gols fez com que, aos 19 minutos, a defesa corinthiana batesse um recorde histórico: 660 minutos sem ser vazada. É o maior período sem tomar gols no século 21 para o Coringão.

Feio, brigado, assim estava o clássico. A emoção apareceu apenas aos 24 minutos, quando Danilo tramou pelo meio e enfiou a bola para Guerrero. Antes da conclusão do peruano, a defesa tricolor afastou. O Timão tentava crescer na partida, mas sem sucesso.

A primeira etapa seguia morna, sem chances de lado a lado. Danilo e Ganso, de fora da área, obrigaram os goleiros a boas defesas. Mas foi Guerrero, aos 40, que quase soltou o grito de gol. Boa trama pelo meio, bola para Ralf na direita. O volante cruzou, o peruano finalizou e Rogério Ceni fez grande defesa. Pouco depois, Osvaldo ganhou na corrida de Cleber e finalizou com perigo. Apesar das tentativas, o 0 a 0 prevaleceu até o apito do árbitro.

As equipes voltaram sem alterações, mas o Timão mudou a atitude. Desde o reinício da partida, buscou a ação ofensiva da partida. Inteiro no jogo, não demorou para marcar o primeiro gol.

Aos 3 minutos, Romarinho tabelou com Ralf, ainda no campo defensivo. Carregou a bola por toda a intermediária e serviu Guerrero no lado esquerdo. O peruano cruzou, Danilo furou, e Fagner, que acompanhou toda a jogada pelo lado oposto, apareceu para concluir. Primeiro gol do lateral com a camisa do Coringão. Em 2006, em sua primeira passagem, foram seis partidas sem nenhum gol marcado.

Com a vantagem no placar, o Corinthians recuou. Não satisfeito com a equipe acomodada tão cedo, Mano Menezes resolveu mexer. Primeiro foi a vez de Romarinho sair para a entrada de Luciano. Minutos depois, Renato Augusto entrou no lugar de Danilo.

O São Paulo seguiu pressionando atrás do empate, mas o contra-ataque alvinegro começou a assustar. Não fosse Petros buscar um passe ao invés de chutar, após linda jogada entre Renato Augusto e Luciano, o Corinthians encontraria o 2 a 0 antes dos 30 minutos e caminharia até o final com tranquilidade. Não foi assim.

Sem matar o jogo, o Timão sofreu o empate. Com 35 minutos, Paulo Henrique Ganso encontrou o espaço, enfiou a bola no meio da área, e encontrou Luis Fabiano. Com Cleber frouxo na marcação, o centroavante são-paulino bateu para marcar o gol da igualdade.

Do instante do empate até o final, o São Paulo até tentou buscar a virada, mas não encontrou força física para tal. Fechado, o Corinthians segurou o resultado sem correr grandes riscos nos contragolpes. Com Bruno Henrique no lugar de Petros, os minutos finais foram seguros para o miolo defensivo alvinegro.

Pelo Brasileirão, o Corinthians volta a campo no próximo domingo, 18, às 16h, para enfrentar o Figueirense, na abertura oficial da Arena Corinthians. Antes disso, porém, o Timão vai até Curitiba enfrentar o Atlético-PR, em evento-teste da Arena da Baixada. O amistoso acontece na quarta-feira, dia 14, às 19h30.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e São Paulo

  • 1000 caracteres restantes