Três anos e meio depois Elias volta a vestir a camisa do Corinthians

Três anos e meio depois Elias volta a vestir a camisa do Corinthians

Por Meu Timão

Elias fará sua reestreia com a camisa do Timão

Elias fará sua reestreia com a camisa do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Elias jogou na festividade de sábado passado na Arena, fez gol, mas era Corinthians x Corinthians, não conta.

Nesta quarta, ainda que não seja jogo de campeonato, o amistoso contra o Atlético-PR, às 19h30, em evento - teste da Arena da Baixada, marca o reencontro de Elias com a camisa alvinegra três anos, cinco meses e nove dias depois de sua despedida.

De sua saída, após a partida contra o Goiás, na última rodada do Brasileirão 2010 até seu retorno, muito aconteceu na carreira do volante.

Logo após a participação do Corinthians no Campeonato Brasileiro daquele ano, Elias foi vendido ao Atlético de Madrid pelo bom valor de 7 milhões de euros.

Contudo, o jogador chegou na Espanha em um momento conturbado de seu novo clube. O Atlético acabara de ser eliminado da Liga Europa, onde defendia o título, e estava em sexto lugar no Campeonato Espanhol, 17 pontos atrás do Barcelona, líder até então.

Após um ano difícil e de poucas perspectivas, Elias acabou cortado dos jogadores extra-comunitários que fariam parte do elenco do Atlético para a próxima temporada. Foi nesse momento que o Sporting apareceu na vida do jogador.

Desembolsando a alta quantia de 8,85 milhões de euros, a maior contratação dos "Leões" até então, o volante chegava com pompa e muita expectativa em solo português. Além disso, a cláusula de rescisão do seu contrato era de 40 milhões de euros, também a maior da história da equipe.

Apesar de toda a expectativa, Elias não vingou no futebol português e, no fim do ano de 2012, solicitou junto ao presidente do clube que facilitasse sua saída para o futebol brasileiro. O pedido foi concedido e o volante foi emprestado ao Flamengo.

E o ano de 2013 foi um miscelânea de sentimentos para o jogador. Se, dentro de campo, as coisas caminhavam bem, fora dele sua vida estava conturbada.

Elias nunca jogou mal com a camisa rubro-negra sendo, inclusive, um dos destaques da equipe campeã da Copa do Brasil daquele ano. Seu grande problema foi a saúde de seu filho, Davi, que estava com pneumonia e acabou internado antes do jogo contra o rival Botafogo.

Esse episódio, aliás, rendeu uma das cenas mais emocionantes dos últimos tempos do futebol.

Em uma partida de volta da Copa do Brasil contra o Goiás, quando seu filho ainda estava internado, Elias marcou um gol. Ao procurar a torcida do Flamengo para comemorar o tento, ele teve uma linda surpresa: a torcida do Flamengo começou a gritar o nome de seu filho, em um desejo de melhora e uma homenagem ao melhor jogador da equipe.

Após o grande ano no Flamengo, Elias decidiu que queria permanecer no rubro-negro. As diretorias de Flamengo e Sporting sentaram e decidiram negociar, mas o resultado foi desastroso. A novela se arrastou por meses e o jogador foi obrigado a voltar para Portugal e treinar separado do resto do elenco.

Foi nesse momento que o Corinthians entrou, novamente, na vida do jogador. Acompanhando de longe toda a negociação e vendo a possibilidade de contar com um grande reforço, a diretoria sentou com o Sporting e fechou o negócio. A única desvantagem é só poder contar com o craque após a abertura da janela de transferências internacionais, em julho.

Com isso, o volante segue se preparando para render o seu melhor e voltar a encher os olhos da torcida corinthiana que, de braços abertos, acolhe um de seus filhos mais queridos dos últimos tempos.

Boa sorte, Elias! Vai, Corinthians!

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes