Renato Augusto pede sequência e fala em 'clima de velório' após o empate no Canindé

Renato Augusto pede sequência e fala em 'clima de velório' após o empate no Canindé

Por Larissa Emanuelle

Renato Augusto pede sequência no time titular

Renato Augusto pede sequência no time titular

O Corinthians empatou nesta última quarta-feira com o Atlético-PR, no Canindé, e deixou escapar mais dois pontos como mandante. O empate sofrido no fim da partida trouxe ainda mais cobranças no time comandado por Mano Menezes, que não vence há três partidas no Campeonato Brasileiro. Sobre o resultado considerado ruim, Renato Augusto comparou o vestiário do Timão à um velório.

"De velório (o clima do vestiário). No último jogo, uma derrota em casa já foi ruim. Hoje (quarta), ganhando o jogo, tomamos o gol de empate. Foi um empate com gosto de derrota. Acho que ficou um clima muito ruim. Para mudar esse clima, só mesmo as vitórias", afirmou o jogador no fim do jogo.

Ontem, Renato deu lugar à Romarinho durante o intervalo do jogo e afirmou que não se incomoda com isso e entende o treinador.

"Não tem problema me tirar no intervalo, eu entendi. Ele (Mano) falou que eu estava bem no jogo, que queria me deixar, mas como precisava fazer uma substituição, preferiu optar por mim".

Sobre a "volta aos gramados" após seguidas lesões, Renato comemora mas quer sequência na equipe.

"Faço quatro, cinco posições. Pra mim, não há problema. Só que preciso de uma sequência, né? Preciso de sequência de jogos na mesma posição para me acostumar, ler o jogo de uma forma boa. Isso a gente vai continuar conversando e achar o melhor pra equipe", finalizou o jogador.

Agora, o elenco Corinthiano se prepara para o próximo confronto contra o Sport, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Arbitragem tem sido assunto recorrente no dia-a-dia do Corinthians

    Levantamento: todos os erros contra e favor do Corinthians no Brasileirão 2017

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians fez festa no estádio do Racing

    Fotógrafo registra vídeo sensacional no meio da torcida do Corinthians no estádio do Racing

    ver detalhes
  • Esporte é praticado nas dependências do Corinthians desde a década de 50

    Saem as chuteiras, entra o pandeiro: conheça o Tamboréu, modalidade tradicional do Corinthians

    ver detalhes
  • Homero transformou bandeira invertida em taça da Libertadores nas costas de Edinho

    21 anos após erro de tatuador, corinthiano fecha costas com lembranças épicas da Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes