Torcedores do Corinthians brigam com manifestantes em Nova Era e dois se ferem

Torcedores do Corinthians brigam com manifestantes em Nova Era e dois se ferem

Por Meu Timão

Moradores querem reparos em casas danificadas por explosão de caminhão

Moradores querem reparos em casas danificadas por explosão de caminhão

O bloqueio feito na BR-381 por moradores de Nova Era, na Região Central de Minas Gerais, provocou um longo congestionamento e irritou motoristas que passavam pela rodovia. A pista ficou totalmente fechada por aproximadamente oito horas nesta terça-feira. Indignados com a interdição, alguns integrantes de uma torcida organizada do time paulista do Corinthians, que passavam pela estrada, agrediram os manifestantes. Duas pessoas ficaram feridas.

De acordo com a Polícia Militar (PM), no final da manhã desta terça-feira, os torcedores desceram de um ônibus, que estava parado no congestionamento, e foram até os manifestantes. Os dois grupos se agrediram. Dois moradores de Nova Era ficaram feridos e foram encaminhados para o Hospital São José, na própria cidade, e Hospital Margarida, em João Monlevade. Uma das vítimas teve um corte no braço e outra um ferimento na cabeça. O estado de saúde delas não foi informado.

Conforme a PM, depois da confusão os torcedores voltaram para o ônibus e seguiram viagem. O grupo foi parado em um bloqueio na BR-381, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor afirmou que foi contratado na última sexta-feira pelos corinthianos, que saíram de São Paulo com destino a Recife para acompanhar o jogo entre a equipe paulista e o Sport, que aconteceu no último domingo. Porém, ao passar por Belo Horizonte, o coletivo em que eles estavam quebrou.

O condutor acabou preso depois de confessar que sua carteira de motorista era falsa. Conforme a PRF, ele afirmou que comprou o documento. O ônibus também foi apreendido por não ter autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para viagens interestaduais. Os torcedores foram liberados apesar de alguns deles apresentar passagens policiais por roubo, tráfico de drogas e homicídios.

Fonte: EM

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes