Meio campista do Timão afirma: 'Tive um pouco de receio da torcida do Corinthians'

Meio campista do Timão afirma: 'Tive um pouco de receio da torcida do Corinthians'

Por Larissa Emanuelle

Jadson temeu a não aceitação da torcida Corinthiana mas já se diz adaptado ao clube

Jadson temeu a não aceitação da torcida Corinthiana mas já se diz adaptado ao clube

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Contratado pelo Timão este ano, o meia Jadson está cada vez mais à vontade na equipe. Responsável pela camisa dez, o meia já admite que fez a escolha certa ao trocar o São Paulo pelo Corinthians.

"Na hora que meu empresário falou, já me animei. Fiquei muito feliz de ele ter falado aquilo", disse o jogador, lembrando do momento da negociação com o seu novo clube.

"Antes tinham aparecido propostas de fora, mas eu não queria sair naquela situação. Quando o Corinthians apareceu com essa possibilidade de troca, fiquei feliz. Queria dar volta por cima, mostrar que tinha o meu valor, que tenho futebol para jogar aqui. O torcedor me abraçou, meus companheiros me ajudaram e as coisas deram certo", comentou Jadson.

Mesmo com o final feliz na negociação e com uma boa chegada no clube, o camisa dez admite que temeu a reação da torcida Corinthiana com a sua vinda. Logo depois, quando estrou bem pelo clube, percebeu que estava sendo bem aceito, mesmo chegando após ter atuado em um rival.

"Nos jogos eu percebi. Quando você sai aplaudido e vê a torcida te elogiando ou gritando o seu nome, é sinal de que fez um bom trabalho".

"Não tem dificuldade (em sair do São Paulo para o Timão). Vai muito da atitude de cada jogador pois é claro que você vai ser cobrado. Quando vim para o Corinthians eu tive um pouco de receio da torcida. Se ela ia me aceitar ou não. Então sabia que tinha que chegar aqui ajudando os meus companheiros para que eles soubessem que eu não queria ser só mais um. Quero fazer a minha história no Corinthians. E quando você quer deixar o seu nome marcado, você passa por algumas adversidades, é normal", finalizou.

O jogador continua em Extrema com o restante do elenco, se preparando para a volta dos campeonatos. O vínculo com o Timão vai até o fim de 2015.

Veja Mais:

  • Jornal O Globo, do Rio de Janeiro, tenta decifrar o Corinthians de Fábio Carille

    Jornal carioca faz 'manual para os antis' e tenta ensinar como vencer o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Marquinhos é aposta de Carille para conquistar vitória na Colômbia

    Corinthians visita Patriotas para encaminhar classificação às oitavas da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Timão e Fluminense medem forças em menos de um mês

    Com jogo indefinido, Corinthians conhece detalhes de mais cinco rodadas do Brasileirão; confira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes