Com provocação aos bambis no telão, Sanchez reforça veto ao Morumbi

Com provocação aos bambis no telão, Sanchez reforça veto ao Morumbi

Por Meu Timão

Entre copos de uísque, gracejos para a conselheira Marlene Matheus e muito entusiasmo para acompanhar os músicos da Gaviões da Fiel, o presidente Andrés Sanchez tentou abafar a rivalidade com o São Paulo durante o banquete de comemoração pelos 99 anos do Corinthians. Não conseguiu.

As centenas de convidados que foram ao Parque São Jorge na noite de segunda-feira se animaram pela primeira vez com uma provocação transmitida através dos telões. No desenho animado, um gavião passava a bola entre as pernas de um veado, com meias rosa, vestido com um uniforme semelhante ao do São Paulo.

"Quero me desculpar com o São Paulo por aquele bambinho no telão. Não passou pelo meu crivo. Se eu soubesse disso, com certeza não autorizaria. O Corinthians não deve agir dessa maneira", ensinou Andrés Sanchez, mas sem deixar de demonstrar o seu rancor com o rival.

No fim do demorado discurso, em que arrancou risadas do público e desculpou-se pelos recorrentes erros de português, o presidente corintiano avisou: "No Morumbi, jamais!". Os presentes vibraram com o anúncio.

Sanchez decidiu não mandar mais jogos do Corinthians no Morumbi depois dos incidentes nas últimas partidas contra o São Paulo e de brigar com a diretoria adversária por cargas maiores de ingressos. No domingo passado, quando o clássico paulista terminou empatado por 1 a 1, o dirigente ficou revoltado porque sua equipe foi novamente recebida com arremessos de latas e pedras no estádio do rival.

O Palmeiras, no entanto, também não foi esquecido no banquete de aniversário do Corinthians. O governador José Serra (palmeirense) foi bastante vaiado ao subir ao palanque. "Governo para todos: palmeirenses, corintianos, são-paulinos, lusitanos e santistas", apaziguou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

O Corinthians está certo de não jogar no Morumbi?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes