Corinthians elitiza torcida e não se arrepende. Clube nunca faturou tanto

Corinthians elitiza torcida e não se arrepende. Clube nunca faturou tanto

Esqueça a imagem do corintiano surrado que juntava uns trocados na porta do estádio para ver o jogo na arquibancada. O padrão elevou e o "maloqueiro sofredor" tem de se contentar em ver na TV o Corinthians jogar. A final da Libertadores contra o Boca Juniors, no Pacaembu, em 2012, materializou o que a diretoria alvinegra imaginava: a de que podia encher estádio com os preços nas alturas.

Em seus três primeiros jogos mandando no Itaquerão, a equipe paulista conseguiu rendas fantásticas para o padrão brasileiro, sempre acima de R$ 2,5 milhões por jogo. As rendas obtidas no novo estádio estão entre as mais altas da história do clube.

No jogo de estreia do estádio em Itaquera, Corinthians 0 x 1 Figueirense teve R$ 3 milhões de renda para pouco mais de 36 mil espectadores. No jogo seguinte do Corinthians na luxuosa arena, empate contra o Botafogo, os valores atingiram R$ 2,6 milhões (37.119 torcedores).

Ou seja: somados os valores oriundos da venda de ingresso dos três jogos do Corinthians dentro do novo estádio, a arrecadação é de R$ 8,1 milhões.

Para se ter uma ideia do que essas cifras representam financeiramente neste Brasileirão, o clássico Santos 2 x 0 Palmeiras, disputado quinta-feira (17), na Vila Belmiro, arrecadou R$ 205 mil com venda de ingressos, 10 vezes menos do que Corinthians 2 x 1 Inter (R$ 2,5 milhões), jogo disputado na Zona Leste no mesmo horário da partida na Baixada Santista.

O jogo Flamengo 1 x 2 Atlético-PR, em Macaé, na quarta, teve arrecadação de R$ 153 mil.

A diretoria do Corinthians entende que as rendas polpudas apresentadas nos jogos no Itaquerão não sofrerão queda depois que o estádio deixar de ser novidade para os torcedores. Ao contrário.

A grande procura por novas adesões ao Fiel Torcedor (programa do clube que dá prioridade na compra de ingressos) é o principal indicativo da cúpula alvinegra de que a elitização da torcida será mantida. Além disso, o estádio comporta mais torcedores/clientes (48 mil, contra 35 mil do Pacaembu).

"Dependendo do plano, o torcedor [do Fiel Torcedor] pode comprar o ingresso de R$ 50 pagando R$ 35. O programa oferece benefícios e descontos ao torcedor assíduo. De qualquer forma, se for preciso fazer revisão [dos preços], tenha certeza de que será feito", informou Lúcio Blanco, gerente de operações do Corinthians.

As seguidas arrecadações milionárias no novo estádio são sentidas no bolso do corintiano.

O torcedor comum do Corinthians que quisesse assistir à vitória do time contra o Inter por 2 a 1, na quinta, encontraria como preço mais em conta o ingresso a R$ 180 (com meia-entrada).

Os bilhetes mais baratos, R$ 50, foram adquiridos pelos clientes do Fiel Torcedor, não sobrando para a venda em guichês. Os outros setores disponíveis custaram R$ 250 (setor Oeste) e R$ 400 (área Vip).

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes