Ministério Público orienta funcionários do Metrô a cobrar do Corinthians o trabalho extra

Ministério Público orienta funcionários do Metrô a cobrar do Corinthians o trabalho extra

Por Meu Timão

Jogos noturnos na Arena ainda vão dar o que falar

Jogos noturnos na Arena ainda vão dar o que falar

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A história de aumentar o horário de operação do Metropolitano de São Paulo está longe de acabar. Dessa vez, o novo capítulo será desenhado através das mãos do promotor Marcelo Milani.

A ideia do advogado é estudar se existe algum dano econômico e o princípio de impessoalidade com a extensão do horário de funcionamento do Metrô e da CPTM. A ideia é mover uma ação contra o Estado, tendo o Timão como réu.

Nesta quarta, os presidentes do Metrô e CPTM, Luiz Antônio Carvalho Pacheco e Mário Bandeira estiveram na sede do Ministério Público Estadual para explicar como as redes funcionarão nos horários extra.

Nas palavras do promotor: "A abertura além do horário da Estação Itaquera tem um custo. Quero saber qual é esse custo e quem está pagando". Além disso, ele acrescentou que o "o clube está aferindo lucro" e isso se trata de um ganho privado e os custos são pagos pela população.

Ao promotor, os presidentes informaram que não foi feito um estudo sobre os impactos econômicos da abertura extra ou extensão dos horários dos trens. O governo do Estado ficou de apresentar os estudos técnicos solicitados pelo promotor antes de ele decidir o que fazer.

Veja Mais:

  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes
  • Filipe recebeu a maior nota da Fiel após partida contra o Juventus

    Disputa de craque da partida fica dividida entre goleiro e meia-atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Brendon teria nascido em 1994 e não em 1997 como diz seus documentos

    Adversário do Corinthians na final da Copinha pode ser eliminado da competição

    ver detalhes
  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes