Procurador do STJD ignora o fato da trombada não estar na súmula

Procurador do STJD ignora o fato da trombada não estar na súmula

Por Meu Timão

Imagens da tromba de Petros em Raphael Claus já foram requisitadas pelo STJD

Imagens da tromba de Petros em Raphael Claus já foram requisitadas pelo STJD

Foto: Reprodução

A polêmica em torno da inusitada trombada de Petros no árbitro Raphael Claus ainda renderá bons capítulos. Dessa vez, o procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, fez questão de enfatizar que o fato do árbitro da partida não ter relatado na súmula a trombada com Petros, isso não muda a intenção de denunciar o jogador.

Em entrevista ao "Arena SporTV", Schmitt informou que a promotoria não atua com os juízes e até a próxima semana Petros será acusado.

- O fato de não estar na súmula não importa, pois não estamos vinculados com uma súmula. Acho que é muito difícil, a imagem fala por si. É uma polêmica complicada para o lado do atleta. A questão como o árbitro se sente ofendido ou não, agredido ou não, não importa muito para enquadramento. Vai depender de quem vai julgar e avaliar tudo. Mas em um caso como esse, o árbitro não colocou na súmula por estar de costas e não ter visualizado o lance. Essa tentativa bizarra de passar por cima dele, para nós, é uma agressão, um contato físico bastante intenso que denota agressão física para um enquadramento da procuradoria.

Schmitt ainda fez questão de afirmar que as imagens do lance já foram requisitadas para que o processo de denúncia fosse preparado. O jogador, em um primeiro momento, será citado no artigo 254-A, definido como 'agressão, porém, o procurador garantiu que uma possível punição ou não pode ser alterada pelos auditores do julgamento.

- As imagens foram requisitadas e na próxima semana o atleta vai ser denunciado por agressão física ao árbitro, artigo 254A. Previsão de pena, como é uma qualificadora, agressão ao árbitro, pena mínima de 180 dias. Mas é óbvio que os auditores podem reenquadrá-lo em outro tipo de punição. Eles podem entender que houve um ato de hostilidade, um outro tipo de infração. Mas no primeiro enquadramento da procuradoria é uma agressão física ao árbitro. O árbitro estava de costas, uma cena bizarra - finalizou.

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes