Elias consola Petros, vibra com campanha fora de casa e traça objetivo: vencer o próximo jogo

Elias consola Petros, vibra com campanha fora de casa e traça objetivo: vencer o próximo jogo

Por Meu Timão

Elias quer um passo de cada vez no Timão

Elias quer um passo de cada vez no Timão

O volante Elias concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira no CT Joaquim Grava e, muito tranquilo, deu a receita para o Timão seguir crescendo no Brasileirão: um passo após o outro. Feliz com o resultado na Vila Belmiro, o camisa 7 quer evitar o clima de já ganhou e traçou o objetivo: vencer o Bahia:

- Ganhar o próximo jogo, a gente não pode querer dar um passo maior que a nossa perna. Temos que ganhar o próximo jogo porque somando aos três pontos que ganhamos fora de casa será muito importante. Então, a gente pensa jogo a jogo, passo a passo, se a gente for querer dar um passo maior do que pode dar, poderemos tropeçar.

Confira o vídeo da "Meu Timão TV" com a entrevista de Elias

Elias também falou sobre o desempenho da equipe fora de casa. Para ele, nem sempre será possível jogar bem, mas é importante manter a melhor campanha até o final:

- A gente sabe que foi criada uma identidade aqui no Corinthians. Em casa joga para vencer sempre e fora de casa joga fechado mesmo, marcando forte, procurando explorar o erro dos adversários, mas quando temos a bola jogamos também. Às vezes podemos jogar mais, a gente sabe disso, mas às vezes não dá. Temos a melhor campanha fora de casa, acho que não quer dizer nada até o momento, mas queremos manter isso até o final do campeonato, pois com certeza vencendo e empatando fora e fazendo nossa parte dentro de casa, podemos nos tornar campeões.

Sobre o assunto da semana, a agressão de Petros, o volante e ídolo corinthiano procurou demonstrar apoio ao colega;

- Acho que como companheiro dele dar o maior apoio, suporte. Ele sabe que cometeu um erro, mas a gente vai torcer para que as consequências sejam diminuídas. Então a gente apóia ele, não adianta nada eu dar minha opinião sobre o lance. Já está na mão do jurídico do Corinthians. É dar apoio, ele é uma pessoa extorvertida, que todos do grupo gostam. Torcer para que essa pena seja diminuída.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes