Explica, Heber! Árbitro precisa tapar a boca para conversar com atleta?

Explica, Heber! Árbitro precisa tapar a boca para conversar com atleta?

Por Meu Timão

Heber Roberto Lopes apitou Grêmio x Corinthians

Heber Roberto Lopes apitou Grêmio x Corinthians

É comum ver jogadores tapando a boca em conversas dentro de campo. Muitas vezes falam de tática, jogadas, ou qualquer outra besteira que, no final das contas, não nos importa. Existe competição, então é bom que se evite passar qualquer informação que possa servir de arma para o adversário.

Mas e o árbitro da partida, o cidadão que precisa ser transparente com tudo e com todos?

Heber Roberto Lopes tem por mania conversar muito com os jogadores. Por diversas vezes, perde o controle do jogo por isso. Foi assim que no domingo passado, na partida entre Grêmio e Corinthians, os ânimos ficaram exaltados e Paolo Guerrero, irritado, acabou sendo expulso.

O lance aconteceu após um suposto pênalti a favor do Corinthians - visto como penal por muitos da imprensa. Confusão aqui e acolá, e Guerrero se estranhou com o zagueiro gremista. Esperto, o adversário se jogou e o camisa 9 corinthiano acabou expulso.

Logo após o lance, Heber Roberto Lopes conversa com o goleiro gremista, tapando a boca. O que o árbitro da partida precisa falar para o goleiro do time da casa sem que o principal interessado do espetáculo, o torcedor, saiba?

Está correta essa postura? E aí, Heber? Explica para todos.

Confira os lances abaixo:

Veja Mais:

  • Pablo explica tratativas paradas por permanência no Corinthians: 'Já conversamos, mas não deu certo'

    [Marco Bello] Pablo explica tratativas paradas por permanência no Corinthians: 'Já conversamos, mas não deu certo'

    ver detalhes
  • Dentinho tem três títulos com a camisa do Corinthians

    Na torcida pelo título do Corinthians, Dentinho fala sobre possível retorno: 'Está próximo'

    ver detalhes
  • Sub-17 do Timão estreia na Copa do Brasil nesta terça-feira

    Atual campeão, Sub-17 do Corinthians encara Londrina na estreia da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Apesar de oscilação do Timão, nenhuma equipe tem tirado diferença para primeira colocação

    A 13 jogos do fim do Brasileirão, vantagem do Corinthians na liderança segue de dez pontos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes