Convocados zeram cartões, mas Corinthians tem novo desfalque

Convocados zeram cartões, mas Corinthians tem novo desfalque

Por Meu Timão

Luciano aumenta a lista de desfalques de Mano contra o Criciúma

Luciano aumenta a lista de desfalques de Mano contra o Criciúma

A partida de hoje, além de um empate indesejado em casa, somou cartões amarelos exatamente para três jogadores pendurados: Gil, Elias e Luciano. O trio cumpre efeito suspensivo e não pode atuar na próxima partida.

A notícia, entretanto, só não é pior porque Gil e Elias estão convocados para seleção, e já eram desfalque garantido no Corinthians por pelo menos 3 jogos. Com os cartões, a dupla zera os amarelos acumulados no Campeonato Brasileiro e "paga" a suspensão em partida em que Mano já não poderia contar com eles.

O terceiro cartão, porém, significou problema mais sério para Mano Menezes. Luciano tomou o amarelo após o apito final da partida, quando reclamou da arbitragem. Com isso, o treinador terá somente Romero, Romarinho e Malcom como possíveis opções no ataque.

O atacante Guerrero, opção titular de Mano Menezes, também seguirá fora do Timão enquanto defende a seleção peruana. Além dessa ausência, Romarinho - autor do gol da partida contra o Fluminense - segue com futuro incerto no clube após proposta do Catar.

Veja Mais:

  • Carille vai mudar rotina do Timão e tirar concentração do CT

    Pela primeira vez em seis anos, Corinthians deixa CT para se concentrar ao lado do Morumbi

    ver detalhes
  • Homero transformou bandeira invertida em taça da Libertadores nas costas de Edinho

    21 anos após erro de tatuador, corinthiano fecha costas com lembranças épicas da Libertadores

    ver detalhes
  • Parte do elenco Sub-20 permanecerá no Brasil

    Em próxima data FIFA, Corinthians Sub-20 viaja para a Espanha e enfrenta Deportivo La Coruña

    ver detalhes
  • Meia atuou nas categorias de base do Corinthians por três anos

    Cinco anos depois, Corinthians recebe parte da venda de Lucas Moura por ser clube formador

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes