Guerrero é absolvido pelo STJD por expulsão contra o Grêmio

Guerrero é absolvido pelo STJD por expulsão contra o Grêmio

Por Larissa Emanuelle

Guerrero foi absolvido pelo STJD

Guerrero foi absolvido pelo STJD

Foto: Reprodução

O centroavante Guerrero será uma das ausências do Timão nesta noite, contra o Bragantino, mas só deve ser desfalque nas próximas rodadas graças à sua convocação pela seleção peruana. O jogador foi absolvido pelo STJD nesta quarta-feira (03).

A partida foi protagonizada por diversas polêmicas envolvendo a arbitragem, quando o Corinthians não conseguiu vencer o Grêmio, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro. Guerrero acabou se desentendendo com um jogador do time adversário e o árbitro entendeu que o ato era para expulsão.

Enquanto Heber Roberto Lopes acreditou que o centroavante merecia ser punido, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva decidiu não punir o atleta Corinthiano, liberando ele para atuar normalmente, apesar de que o mesmo está servindo a sua respectiva seleção.

Guerrero ainda foi denunciado pelo lance com o árbitro Leandro Bizzio Marinho e deve ser julgado novamente em breve. A trombada com o juiz da partida aconteceu quando o centroavante disputava uma bola por cima e se chocou com o árbitro, que estava mal posicionado.

Veja Mais:

  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Fotos marcantes da Arena Corinthians com Bruno Teixeira

    SAUDAÇÕES CORINTHIANAS: Fotos marcantes da Arena Corinthians com Bruno Teixeira

    ver detalhes
  • Livro dá chance para torcedores participarem de aula de fotografia na Arena Corinthians

    Workshop de fotografia na Arena é uma das recompensas para quem apoiar o livro do estádio

    ver detalhes
  • Pedrinho vive expectativa de voltar a jogar pelo Corinthians

    Torcida do Corinthians movimenta redes sociais e questiona 'sumiço' de Pedrinho

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes