Atlético recorre ao Mineirão e sua torcida para jogar contra o Corinthians

Atlético recorre ao Mineirão e sua torcida para jogar contra o Corinthians

Por Larissa Emanuelle

Corinthians e Atlético se enfrentarão no Mineirão

Corinthians e Atlético se enfrentarão no Mineirão

Depois de eliminar o Palmeiras com superioridade nos dois confrontos, o Atlético Mineiro terá o Corinthians pela frente. Sabendo da dificuldade da partida e da oportunidade de faturar com a grande massa Corinthiana, o clube mineiro deve ser mandante no Estádio Governador Magalhães Pinto, mais conhecido como Mineirão.

A ideia de contar com mais público apoiando o time de Levir Culpi seria para também disputar a vaga fora do campo com o Timão. Obviamente, o clube paulista terá a chance de vencer o Atlético na Arena e utilizar da mesma arma que fez o Bragantino não jogar: a presença e a paixão do torcedor Corinthiano no novo estádio alvinegro.

"Houve uma reunião com o presidente Kalil, hoje, e a pedido dos jogadores e também da comissão técnica, vamos jogar no Mineirão. Vamos colocar 50 mil pessoas lá dentro. Vamos com mobilização e torcida junto tentar eliminar mais um adversário muito forte, que é o Corinthians", disse Levir, confiante na presença dos atleticanos.

As partidas entre Corinthians e Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil, devem ser realizadas nos dias 1 e 15 de outubro. Ainda não se sabe a ordem dos confrontos.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes