Renato Augusto detona árbitro e vê injustiça no resultado Corinthiano

Renato Augusto detona árbitro e vê injustiça no resultado Corinthiano

Por Larissa Emanuelle

1.6 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

Para Renato Augusto o Corinthians merecia um empate

Para Renato Augusto o Corinthians merecia um empate

O resultado do jogo contra o Flamengo gerou críticas à atuação do Corinthians, mas o meia Renato Augusto não acredita que a equipe merecia perder. O camisa oito ainda reclamou da atuação do árbitro Sandro Meira Ricci.

"Muito impedido. O próprio Eduardo (da Silva) tocou na bola e parou, viu que estava impedido. O bandeira não viu. Eles se fecharam, a gente tentou entrar e não conseguiu".

"Não foi pênalti. Uma coisa é a bola vir de longe e o jogador botar a mão, mas chutou na mão dele. O Sandro fez boa partida, correu bem, mas os erros estão nos prejudicando".

Para Renato Augusto, o Corinthians não realizou uma excelente partida, mas merecia pelo menos a conquista de um ponto fora de casa.

"Achei que não fizemos um bom jogo, mas não fizemos um jogo para perder. Flamengo não fez mais que a gente, o empate seria mais justo".

O Corinthians enfrenta a Chapecoense na próxima rodada, às 19h30 da quinta-feira, na Arena Corinthians. O jogo ainda é válido pelo Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Paulo Roberto deve ser titular diante do Internacional

    Reapresentação do Corinthians indica um único titular contra Internacional; Sheik é ausência

    ver detalhes
  • Rodriguinho jogou amistoso pelo Brasil em junho de 2017, contra Austrália

    Rodriguinho, do Corinthians, compõe lista de suplentes da Seleção para Copa do Mundo

    ver detalhes
  • Roger será inscrito pelo Corinthians para fase mata-mata da Libertadores

    Roger e mais quatro: as possibilidades de mudanças na lista do Corinthians na Libertadores

    ver detalhes
  • Vilson vestiu sua camisa personalizada na Arena Corinthians

    Das ruas à Casa do Povo: torcedor que viralizou por camisa improvisada conhece a Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes