Corinthians joga bem e volta a vencer

Corinthians joga bem e volta a vencer

Por Meu Timão

Fenêomeno comemora com Elias o gol marcado no Pacaembu

Fenêomeno comemora com Elias o gol marcado no Pacaembu

O Corinthians  fez as pazes com a vitória no Campeonato Brasileiro. Após cinco rodadas, onde o time somou apenas três pontos em 15 possíveis, a equipe voltou aos seus melhores dias e com grandes atuações de Ronaldo, no ataque, e Felipe, na defesa, fez 2 a 1 no Grêmio e deixou o rival mais longe do grupo que briga por uma vaga na Taça Libertadores da América do ano que vem.

Na tabela de classificação, os comandados de Mano Menezes chegaram aos 42 pontos e alcançaram a sétima colocação, uma à frente do Grêmio, que voltou a mostrar toda a sua fragilidade atuando longe do estádio Olímpico. Em 15 partidas disputadas como visitante, o time gaúcho tem um aproveitamento de apenas 15,5%, com uma vitória, quatro empates e dez derrotas. Números fracos para um time que sonha com a principal competição sul-americana de 2010.

 

Os dois times voltarão a campo no próximo final de semana. No próximo domingo, dia 18, o Timão vai até o Recife para enfrentar o desesperado Sport. No mesmo dia, o Grêmio receberá o Coritiba em Porto Alegre.

Jogo em alta velocidade

 

A bronca dada pelo técnico Mano Menezes logo após o empate contra o Fluminense, quando ele cobrou mais comprometimento dos atletas, surgiu efeito. Assim que a bola rolou, ficou nítida a vontade de todos. Como o Grêmio também necessitava dos três pontos, desde o início a partida foi aberta, com velocidade dos dois lados. O Timão chegou com perigo primeiro. Aos 4, Ronaldo fez grande jogada e chutou de pé esquerdo. Amortecida na defesa gremista, a bola sobrou para Elias, que chutou fora. Os gaúchos responderam dois minutos depois. Tcheco cobrou falta, Jonas cabeceou e Felipe fez grande defesa.

O jogo era lá e cá. Aos 9, Ronaldo deu passe açucarado para Marcelo Oliveira que, dentro da área, ao invés de chutar, preferiu cruzar para a área, facilitando o corte da defesa gremista. No minuto seguinte, o Fenômeno resolveu fazer a alegria da Fiel. Ele arrancou pelo meio e, de pé esquerdo, bateu firme. A bola desviou em Réver e enganou o goleiro Marcelo Grohe, que ficou vendido no lance. Foi o oitavo gol do atacante no Campeonato Brasileiro.

Felipe brilha

 

A resposta do Grêmio foi imediata e o gol de empate só não saiu porque Felipe fez mais uma grande defesa, desta vez em chute de primeira de Jonas, após cruzamento da direita de William Thiego.

Mostrando claramente uma outra postura, o Corinthians não diminuiu seu apetite após ter marcado o primeiro gol. Pelo contrário. Seguiu indo para cima e buscando o ataque. Aos 20, Elias deu passe primoroso para Dentinho, que invadiu a área pela direita e bateu cruzado. A bola saiu à direita do gol de Marcelo Grohe, com muito perigo. Felipe, aos 24, voltou a trabalhar, desta vez em chute de Max Lopez, após cruzamento da direita de Jonas.

A partir dos 30, o Corinthians virou dono da partida. Com as coisas mais seguras atrás, a equipe continuou firme em busca do segundo gol, que saiu aos 32. E novamente com Ronaldo em ação. Ele puxou contra-ataque pelo meio, tocou na esquerda para Jorge Henrique, que enfiou dentro da área para o camisa 9. Sem ser fominha, o Fenômeno só rolou para Elias, que empurrou para o gol vazio: 2 a 0. O terceiro só não saiu ainda no primeiro tempo porque Marcelo Grohe evitou gol de Dentinho por cobertura.

 

Etapa complementar

 

Tentando reverter a situação que era muito complicada, o técnico do Grêmio, Paulo Autuori, mexeu na equipe, sacando o zagueiro William Thiego, que fazia o papel de um falso lateral-direito e colocou o meia Renato Cajá. Com isso, o volante Túlio foi deslocado para a ala. O time seguiu lutando muito na frente, mas passou a deixar o contra-ataque à disposição do Corinthians. Aos 17, Dentinho desceu pela direita e cruzou para Jorge Henrique que, na hora do chute, foi desarmado por Túlio.

 Aos 23, o Grêmio conseguiu colocar emoção na partida. Tcheco cobrou escanteio pela direita, Réver subiu mais alto que a zaga corintiana e testou firme, no canto direito de Felipe, que só olhou. Foi o quinto gol do zagueiro do time gaúcho no Campeonato Brasileiro

 

Preocupado com a partida, o técnico Mano Menezes resolveu dar novo gás ao Corinthians. Ele sacou o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira e o atacante Dentinho e colocou o paraguaio Balbuena e o o meia argentino Defederico. Com isso, o time saiu do 4-3-3 e passou para o 4-4-2.

 

Aos 39, o Corinthians teve a chance de matar a partida. Ronaldo fez jogada pela esquerda e a bola foi aos pés de Defederico que, limpou o seu marcador e, cara a cara com Marcelo Grohe, chutou por cima do gol, perdendo uma chance inacreditável. Dois minutos depois, o argentino teve nova oportunidade, mas foi travado na hora do chute.

 

O técnico Paulo Autuori ainda tentou uma última cartada nos minutos finais, sacando o volante Adílson e colocando o atacante colombiano Perea. O Timão, no entanto, soube valorizar a posse de bola no ataque e garantiu a vitória que certamente trará a paz de volta ao Parque São Jorge.

Fonte: GloboEsporte

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

O Corinthians terminará o campeonato brasileiro em qual posição?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes