Segundo o blog Bastidores F.C., Corinthians voltou a reclamar da arbitragem

Segundo o blog Bastidores F.C., Corinthians voltou a reclamar da arbitragem

Por Meu Timão

Mário Gobbi ligou para a CBF e reclamou da arbitragem

Mário Gobbi ligou para a CBF e reclamou da arbitragem

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Segundo uma reportagem feita pelo jornalista Martín Fernandez, o presidente Mário Gobbi levou toda sua insatisfação à cúpula da CBF nesta segunda-feira.

E quem ouviu toda a insatisfação do cartola foi Reinaldo Carneiro Bastos, diretor de Relações Institucionais da Confederação e também vice-presidente da Federação Paulista de Futebol.

A ligação teve um tom de forte reclamação contra a atuação de Sandro Meira Ricci na derrota por 1 a 0 contra o Flamengo, em pleno Maracanã. Gobbi já havia reclamado após o empate contra o Fluminense, na Arena, duas semanas atrás.

Naquela partida, aliás, Meira Ricci estava escalado para ser o árbitro, mas um contratempo acabou colocando Paulo Henrique Godoy Bezerra à frente do jogo. Na ocasião, Mano reclamou e declarou:

- Se fosse o Sandro Meira Ricci, padrão Fifa, que deixa o jogo correr…

Resta esperar para saber se a reclamação de Gobbi dará resultado e os árbitros pararão de prejudicar o Corinthians.

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Desde agosto no Leganés, Luciano atuou em 27 jogos e marcou quatro gols, um deles sobre o Real Madrd

    Com sondagens de México e Turquia, corinthiano Luciano tem semana decisiva na Espanha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes