Briga entre torcidas organizadas podem estragar a festa do Corinthians

Briga entre torcidas organizadas podem estragar a festa do Corinthians

Por Meu Timão

Torcedores com barra de ferro na Arena Corinthians

Torcedores com barra de ferro na Arena Corinthians

Apesar da vitória de virada e dos três pontos conquistados, nem tudo é motivo de festa no Corinthians. No segundo tempo do jogo, aconteceu uma briga entre corinthianos no setor destinado às torcidas organizadas. A policia teve que intervir com mais violência e desceu a borrachada em todos que estavam por perto da confusão.

Durante o confronto, torcedores arrancaram barras de ferro para agredir membros de outras torcidas organizadas ou até mesmo aos policiais.

O árbitro da partida, Luiz Flávio de Oliveira, relatou na súmula da partida e o Corinthians pode ser penalizado por conta da torcida. Além da briga, um isqueiro atirado no gramado também foi registrado pelo juiz. Se o Corinthians for denunciado no STJD, o clube pode tomar multas ou até mesmo perder o mando de alguns jogos.

Em 2013, por conta de incidentes da torcida, o Timão teve que jogar fora de São Paulo por 5 partidas do Brasileirão, enquanto na Libertadores, por causa de um sinalizador que matou um torcedor na Bolívia, o clube também teve que jogar de portões fechados por uma rodada.

Veja Mais:

  • Jô voltou em boa forma física e iniciou como titular nos treinos

    Jô volta das férias em boa forma física, e deixa ótima impressão nos treinos do Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson vestiu a camisa 10 do Corinthians durante o hexa brasileiro

    Com proposta do Corinthians em mãos, Jadson anuncia retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Internacional parece não aguentar mais enfrentar o Corinthians

    Torcedores do Internacional 'choram' nas redes sociais e admitem freguesia contra Corinthians

    ver detalhes
  • Representante do Timão por Drogba volta ao Brasil e se encontra com Roberto de Andrade

    Representante do Timão por Drogba volta ao Brasil e se encontra com Roberto de Andrade

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes