Corinthians perde para o Figueirense e cai para a quinta posição

Corinthians perde para o Figueirense e cai para a quinta posição

Por Meu Timão

Guerrero completou 100 jogos com a camisa do Timão

Guerrero completou 100 jogos com a camisa do Timão

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians foi até Florianópolis enfrentar o algoz da inauguração da Arena Corinthians e perdeu. Com gol marcado no final do segundo tempo, o Figueirense bateu a equipe corinthiana pela segunda vez na competição - foi o quarto revés do Timão no Brasileirão. O resultado tirou a equipe do G-4, algo que não acontecia desde a terceira rodada. O alerta está ligado.

Corinthians em ritmo lento; Cássio salva

Não foi um grande primeiro tempo em Florianópolis. Desde o início, a marcação foi muito acirrada de lado a lado, e os atacantes não encontravam muito espaço. Do lado corinthiano, Malcom e Guerrero jogavam muito abertos e faltava a aproximação de Danilo e Renato Augusto.

Sem envolver ofensivamente, o Corinthians passou os primeiros quarenta e cinco minutos segurando o ímpeto do mandante. O Figueirense, que por usa vez tinha uma proposta de jogo de mais cadencia, acabou por apenas se arriscar em chutes de média distância. Em um deles, aos 18 minutos, Pablo bateu fortíssimo e exigiu grande defesa de Cássio. No rebote, Marco Antônio chegou para marcar, mas o goleiro corinthiano mais uma vez fez intervenção espetacular.

Foi a única chance clara de abertura de placar na primeira etapa. No restante do tempo, o jogo foi apenas monótono e ficou preso no meio-campo. O Figueirense abriria o placar aos 46 minutos com Thiago Heleno, mas o zagueiro estava em posição irregular. O empate foi mesmo o placar que as equipes levaram para o vestiário.

Panorama não muda e Figueira marca em falha

A etapa complementar começou sem grandes diferenças para a primeira. O Figueirense sem muita criatividade e o Corinthians em ritmo lento, sem ameaçar. Antes dos 15 minutos, Mano Menezes promoveu a primeira alteração na equipe colocando Jadson na vaga de Danilo.

O jogo não mudou. Nem com a entrada de Jadson e nem com as mudanças posteriores (Lodeiro e Luciano nas vagas de Elias e Malcom). As equipes passaram quase todo o tempo buscando apenas marcar ao invés de criar.

Mas, aos 38 minutos, a exceção. Luciano fez grande passe de três dedos para Guerrero. O peruano recebeu pelo lado esquerdo, entrou na área e bateu forte. A bola explodiu no travessão.

Do outro lado, a exceção não apareceu, mas a regra prevaleceu. Como quem não faz, toma, o Figueirense teve cobrança de escanteio, Gil falhou, Cássio não conseguiu consertar e Marcão subiu para marcar o gol da vitória.

O próximo jogo alvinegro será no domingo, contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. A equipe do técnico Mano Menezes precisará jogar muito mais do que esta noite se desejar voltar ao G-4.

Veja Mais:

  • Membro da comissão de Carille se envolveu em confusão com técnico rival

    Briga no túnel do vestiário marca fim de jogo na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Maycon, de falta, marcou para o Corinthians contra o Red Bull Brasil

    Corinthians marca de falta, mas toma gol no finalzinho e fica no empate com Red Bull

    ver detalhes
  • Paulinho fez dois gols pela Seleção Brasileira contra o Uruguai

    Ex-Corinthians, Paulinho faz três, quebra recorde e comanda show da Seleção de Tite no Uruguai

    ver detalhes
  • Transmissão confunde volantes do Corinthians

    TV repete lambança de árbitro e confunde Maycon e Gabriel em lance de gol do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes