Para sair em vantagem, Mano já fala em 'arriscar em alguns momentos' e em 'responsabilidade de vencer em casa'

Para sair em vantagem, Mano já fala em 'arriscar em alguns momentos' e em 'responsabilidade de vencer em casa'

Por Meu Timão

Mano falou em 'responsabilidade de vencer em casa'

Mano falou em 'responsabilidade de vencer em casa'

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O técnico Mano Menezes vive um clima de pressão no Parque São Jorge e, para aliviar um pouco esse desconforto, o treinador sabe que uma vitória no jogo de hoje é importante.

O adversário, o perigoso Atlético Mineiro, promete fazer um jogo equilibrado, assim como as duas partidas realizadas pelas equipes no campeonato Brasileiro. E Mano parece saber bem disso:

- Já temos uma boa trajetória neste ano para saber como vamos nos comportar diante do Atlético. Penso que o adversário também tem a característica definida. Os jogos vão ser muito parecidos com aquele de Uberlândia e o que tivemos aqui, há bem pouco tempo. Com a diferença do regulamento - afirmou o treinador.

Na primeira rodada do campeonato, os alvinegros empataram sem gols e, na abertura do returno, o Timão venceu por 1 a 0 e aguentou a pressão do rival durante todo o segundo tempo.

- É o Atlético, né? Você sabe que do lado de lá tem muita qualidade. Não basta eu decidir como vai ser, porque o Levir pode decidir que não vai deixar. Vai depender da nossa competência. Certamente, teremos a estratégia de pressionar em alguns momentos. Em outros, o Atlético vai adiantar sua linha, e vamos ter que saber nos defender, como soubemos quando vencemos. É assim que se constrói resultado em jogos grandes - disse Mano.

A partir de segunda, mais problemas para Mano que não terá terá Gil e Elias, convocados para a Seleção Brasileira - que tirará Diego Tardelli do outro lado.

Lodeiro e Guerrero também podem ser baixas por estar a serviço de suas seleções. Os jogadores não atuarão na partida de volta da Copa do Brasil por estarem à serviço de suas seleções.

- Não adianta pensar no jogo de lá. Mesmo se tivéssemos todos lá, também jogaríamos para vencer aqui. Você tem a responsabilidade de fazer o resultado em casa no mata-mata. É muito mais difícil fazer na casa do adversário, com o ambiente contrário, depois. Então, a gente tem que propor o jogo e até se arriscar mais em determinados momentos para conquistar a vitória aqui - concluiu o treinador.

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Timão empatou com rival São Paulo e carimbou passaporte à finalíssima

    Classificação do Corinthians à final do Paulistão rende recorde de audiência à Globo

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes