Temporada 2014 tem tudo para ser a pior da história do Timão em termos financeiros

Temporada 2014 tem tudo para ser a pior da história do Timão em termos financeiros

Por Meu Timão

Mário Gobbi precisa lidar com a crise financeira

Mário Gobbi precisa lidar com a crise financeira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O ano de 2014, ao que tudo indica, vai ser o pior da história financeira do Corinthians. O jornalista Jorge Nicola, do Yahoo, trouxe diversas informações sobre a situação em sua coluna de ontem.

Segundo ele, o Timão fechou os sete primeiros meses de 2014 com um prejuízo de R$ 40, 6 milhões de reais e, esse valor, foi apresentado aos membros do Cori (Conselho de Orientação) em uma reunião realizada na segunda feira. A perplexidade do conselho foi geral.

- Por mais que o segundo semestre seja excelente, fica impossível imaginar que vamos escapar de terminar 2014 no vermelho - reconhece Felipe Ezabella, um dos membros trienais do Cori.

E ele não parou por aí:

- Os atos da atual gestão, com contratações, folha salarial e outras despesas, além de queda com bilheteria, determinaram esse prejuízo - avalia Ezabella, ressaltando que o Timão não jogou a Libertadores da América nesta temporada e ainda foi eliminado na primeira fase do Paulistão.

O diretor financeiro do clube, Raul Correa, confirmou esse número como déficit e justificou o prejuízo falando em pequenas arrecadações com a exploração da marca alvinegra.

E a Situação Pode Piorar

Como dizem: nada está tão ruim que não possa piorar. Para deixar o quadro ainda mais devastador, o dinheiro que entra da bilheteria dos jogos na Arena, vão deixar de entrar para os cofres do Timão: o dinheiro vai começar a ser remetido ao fundo do estádio.

- Essa receita (da bilheteria) vai deixar de existir no segundo semestre - adverte Wilson Bento, outro membro do Cori, lembrando que o Timão ainda teve lucro com bilheteria no primeiro semestre, em razão dos jogos no Pacaembu.

Atraso de Salários?

Por fim, o jornalista ainda afirma que essa questão financeira já chegou aos ouvidos dos atletas alvinegros. E, alguns (Nicola não revelou nomes), já revelaram sua preocupação com a possibilidade de atrasos.

Contudo, apesar dos temores, Mário Gobbi não tem atrasado salários pelos lados do Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    ver detalhes
  • Furlan apita sexta partida do Corinthians na carreira

    Após polêmica no Dérbi, FPF define trio de arbitragem para próximo jogo do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assegurou que o espaço (acima do número) está livre para ser negociado

    Patrocinador não cumpre acordo e Corinthians já negocia espaço do uniforme

    ver detalhes
  • Jadson deve reestrear pelo Corinthians apenas na próxima quarta-feira

    Corinthians divulga lista de relacionados para pegar Mirassol sem nenhum meia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes