Corintiano ataca Bom Senso: 'Por que não discute parceria entre clubes e investidores?'

Corintiano ataca Bom Senso: 'Por que não discute parceria entre clubes e investidores?'

Bom Senso FC

Bom Senso FC

Ex-vice-presidente do Corinthians, Antonio Roque Citadini não se conforma com o poder que o Bom Senso adquiriu na pátria das chuteiras furadas.

Ele até apoia algumas reivindicações do grupo organizado pelos jogadores, como investir 30% do orçamento do clube nas categorias de base e limitar gastos com salários e contratações (considera mais viável um equilíbrio entre receitas e despesas).

O cartola também bate o martelo no limite de 30% nas antecipações das receitas, entre outros tópicos discutidos em várias reuniões do Bom Senso com o Circo Brasileiro de Futebol.

Citadini, porém, lamenta a submissão dos times aos atletas. "Curioso nisso tudo é ver os jogadores impondo normas aos clubes. Só uma situação de absoluta penúria das agremiações possibilita este quadro atípico", escreveu o blogueiro Citadini.

Desferiu ainda uma alfinetada no movimento dos profissionais: "Interessante é que não apareceu até agora nenhuma ideia do Bom Senso para limitar parcerias entre clubes e ‘investidores', que dividem os direitos econômicos dos jogadores. Talvez, porque entre os ‘parceiros' muitos sejam jogadores e ex-jogadores."

Para o cartola, a mamãe Fifa já tomou medidas positivas para brecar a festa do caqui, "mas o Bom Senso fica em silêncio." Falta bom senso.

Fonte: José Roberto Malia, colunista do ESPN.com.br

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes