Advogado do Timão demonstra confiança no caso Petros: 'Está no BID, está no mundo'

Advogado do Timão demonstra confiança no caso Petros: 'Está no BID, está no mundo'

Por Larissa Emanuelle

Advogado do Timão acredita que não há irregularidade no caso Petros

Advogado do Timão acredita que não há irregularidade no caso Petros

O advogado do Corinthians, João Zanforlin, demonstrou confiança diante do Caso Petros e acredita que não houve nenhuma irregularidade em seu contrato. Segundo ele, o nome no BID foi colocado de forma correta.

"O nome foi publicado no BID, então o Corinthians não tem nada ver com isso. O Corinthians agiu conforme manda as regras. Desde que advogo no Tribunal de Justiça Desportiva, existe um ditado: 'O que está no BID, está no mundo. O que não está no BID, não está no mundo'. A partir do momento que o nome estava lá, o Corinthians não fez nada de errado".

No entanto, o representante do clube alvinegro preferiu não afirmar se houve erro por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ou da Federação Paulista de Futebol (FPF).

"Aí já é uma questão do Tribunal avaliar".

Caso o Superior Tribunal de Justiça Desportiva analise e conclua que existiu alguma irregularidade por parte do Corinthians, o time paulista pode perder pontos no Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Carille deve repetir a escalação utilizada na partida contra o Grêmio

    Titulares treinam e Carille esboça escalação do Corinthians contra o Botafogo

    ver detalhes
  • Pedrinho ainda trabalha para recuperar forma física ideal

    Irmã de Pedrinho revela anemia de jogador em conversa nas redes sociais; Corinthians explica

    ver detalhes
  • Carille não nega mudanças no time titular do Corinthians para enfrentar o Botafogo

    Carille confirma possibilidade de mudança, mas pontua: 'Não sou de desistir de jogador'

    ver detalhes
  • As meninas do Corinthians/Audax entram em campo neste sábado, às

    Corinthians/Audax faz jogo único contra Colo Colo por título inédito na Libertadores Feminina

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes