Corinthians cai no Mineirão e dá adeus à Copa do Brasil

Corinthians Corinthians 1 x 4 Atlético-MG Atlético-MG

Copa do Brasil 2014

Corinthians cai no Mineirão e dá adeus à Copa do Brasil

Por Meu Timão

Guerrero marcou o gol do Timão

Guerrero marcou o gol do Timão

Foto: Divulgação

O jogo de hoje foi quente. Bastante quente. O Timão entrou em campo praticamente classificado. A vantagem de dois a zero dava grande tranquilidade ao Timão que teria que, apenas, administrar a partida.

Contudo, o início do Corinthians foi avassalador e Guerrero, na primeira descida do Timão, aos quatro minutos, marcou o gol. O resultado agregado dava 3 a 0 para o Timão e uma ENORME vantagem para passar à próxima fase.

Apesar de ter a classificação na mão, o Corinthians relaxou. O Atlético, após sofrer o gol, se atirou completamente ao ataque e marcou duas vezes. Luan e Guilherme viraram a partida para o Atlético que ainda perdia na soma dos resultados.

E o todo o primeiro tempo foi desenvolvido da mesma maneira: o Atlético atacando perigosamente e o Corinthians se segurando como podia.

A massa alvinegra mineira fazia uma pressão enorme sobre o alvinegro paulista. E, mais do que isso, a situação era bastante preocupante e o Timão não demonstrava poder algum de reação. Ficava de consolo a vantagem no placar agregado: 3 x 2 para o Corinthians.

O final do primeiro tempo parecia uma boa saída para a equipe de Mano Menezes. O Timão conseguiu suportar a pressão do Atlético e foi para o vestiário com a desvantagem de um gol apenas.

O Segundo Tempo E O Aumento da Pressão

Quem esperava um segundo tempo mais calmo, se enganou. O jogo voltou em um ritmo alucinante com as chances de gol se alternando entre as equipes. A mais clara chance do Timão, nos primeiros 15 minutos de jogo, foi uma bola batida por Renato Augusto que passou muito do ângulo de Victor.

Do lado do Atlético, Maicosuel entrara na equipe para dar uma correria na zaga do Timão e tentar marcar mais dois gols para se classificar.

O Galo ainda conseguiu acertar uma bola na trave do Timão, mas, com o avançar do tempo, o alvinegro mineiro começava a cansar e a limitação física do time começava a transparecer.

Mano, por sua vez, colocou Luciano no lugar de Malcom para dar mais gás ao contra-ataque do Timão e, em uma bola, tentar mantar o jogo. Contudo, mesmo cansado, o Atlético conseguia manter a bola no ataque.

E, no banco de reservas do Timão, Mano estava descontrolado. Gritando com o time a todo custo, o técnico do Corinthians pedia para que os jogadores saíssem do campo de defesa e buscassem atacar ao invés de deixar o time todo encolhido.

E a punição por jogar retrancado veio. Aos 29, Guilherme marcou o seu segundo no jogo e colocou o Atlético DE VEZ na briga. O Corinthians, por sua vez, estava encurralado e não sabia se saía para matar o jogo ou se defendia de maneira heroica para segurar a classificação.

O Corinthians, que possuía uma grande vantagem antes do jogo, conseguia complicar a classificação que parecia certa. E a bola puniu o Timão.

Aos 41 minutos de jogo, um cruzamento na área do Corinthians foi mortal. A defesa, ponto forte do time até então, falhou e Edcarlos, capitão do Atlético, conferiu o quarto gol da equipe da casa, para delírio da torcida presente no estádio.

Restando pouco mais de quatro minutos, o Timão precisava do impossível para passar de fase. Mas o Atlético, ao contrário do Timão, não deu chances ao Corinthians e continuou na pressão, evitando que o Coringão chegasse à sua área.

Apesar de ter resistido o quanto pôde, o Corinthians acabou caindo, em uma noite desastrosa de sua zaga, dando adeus ao sonho do título da Copa do Brasil.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Atlético-MG

  • 1000 caracteres restantes