Confira o que o Corinthians precisa pra chegar no Libertadores 2015

Confira o que o Corinthians precisa pra chegar no Libertadores 2015

Por Meu Timão

5.3 mil visualizações 46 comentários Comunicar erro

Corinthians quer a vaga na Libertadores de qualquer jeito

Corinthians quer a vaga na Libertadores de qualquer jeito

Foto: Divulgação

Apesar de estar somente a 3 pontos atrás do vice-líder da competição, o Corinthians corre risco de ficar de fora da Libertadores da América de 2015.

E pra garantir uma vaga na competição mais importante da América Latina, o time precisa conquistar no mínimo 15 pontos nas próximas 9 partidas, finalizando a competição com 64 pontos.

A tarefa não é nada fácil, mas também não é impossível, dos 9 jogos restantes, 4 serão contra os 5 últimos colocados do Brasileirão. O problema é que o Corinthians tem conseguido mais pontos jogando contra o G4 do que jogando contra o Z4. Nesses jogos restantes, 4 jogos o timão jogará em casa, 4 serão fora e um em campo neutro (por conta da briga das organizadas).

A situação pode ficar mais fácil se Cruzeiro ou Atlético-MG vencerem a Copa do Brasil. No caso do campeão figurar entre o G4 do Brasileiro, abre uma quinta vaga no Brasileirão que garante a inscrição pra Libertadores da América.

Confira os próximos jogos do Corinthians

Próximos jogos do Corinthians

Veja Mais:

  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes
  • Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    [Danilo Augusto] Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez, Roberto de Andrade e Gobbi, últimos presidentes do Corinthians

    Diretor financeiro do Corinthians analisa detalhes do balanço de 2017; leia a entrevista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes