Torcedor preso em Oruro participou de briga na Arena Corinthians

Torcedor preso em Oruro participou de briga na Arena Corinthians

Por Meu Timão

4.7 mil visualizações 216 comentários Comunicar erro

Tiago Aurélio participou da briga entre torcedores do próprio clube

Tiago Aurélio participou da briga entre torcedores do próprio clube

Divulgação

O torcedor Tiago Aurélio do Santos Ferreira, um dos 12 alvinegros a ficar preso em Oruro, na Bolívia, por conta da morte de Kevin Spada, participou da briga entre as organizadas do próprio clube durante o clássico com o São Paulo, há um mês, na Arena Corinthians. A notícia é do Estado de São Paulo.

Segundo o periódico, Tiago é um dos líderes da pavilhão 9, organizada do clube, e estava na confusão que resultou na perda de um mando de jogo, além de multa de R$ 50 mil.

Nas imagens, segundo o diário, Ferreira aparece de boné e camisa listrada e chega a dar um chute em outro torcedor. O corintiano é membro da organizada Pavilhão 9 e também foi preso pela invasão ao CT do clube, em fevereiro de 2013, sendo liberado um mês depois pela Justiça.

Ele também foi preso no início do ano por conta da invasão de torcedores ao CT Joaquim Grava, em fevereiro.

Veja Mais:

  • Corinthians de Carille, Gustagol & cia. entra em campo neste domingo contra o São Caetano

    Novidade na escalação e Boselli VIP: Corinthians de Carille estreia neste domingo no Paulistão

    ver detalhes
  • Cássio permaneceu, enquanto Balbuena e Kazim deixaram o Parque São Jorge depois do bi estadual

    De Cássio a Kazim: onde estão os corinthianos que iniciaram campanha do bicampeonato paulista

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá que comprar ingressos para assistir à semifinal da Copinha em 2019

    Jogo do Corinthians pela semifinal da Copinha terá venda de ingressos; veja como comprar

    ver detalhes
  • Ramiro está confirmado na equipe titular do técnico Fábio Carille

    Com seis reforços, Corinthians relaciona 21 jogadores para estreia no Paulistão; veja lista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes