Sem Guerrero, Corinthians joga mal e empata com o Palmeiras no Pacaembu

Corinthians Corinthians 1 x 1 Palmeiras Palmeiras

Brasileirão 2014

Sem Guerrero, Corinthians joga mal e empata com o Palmeiras no Pacaembu

Por Meu Timão

Timão foi muito mal no clássico de hoje

Timão foi muito mal no clássico de hoje

Foto: Divulgação

O Corinthians entrou em campo visando a vitória para chegar à segunda colocação. Com uma equipe forte e embalada pelos últimos resultados, o alvinegro era o franco favorito para vencer o clássico.

Contudo, não foi o que se viu em campo. Sem Guerrero, o ataque do Timão não funcionou e pouco criou durante o jogo. Do lado do Palmeiras, Dorival Júnior colocou seu time para marcar o Coringão e aproveitar a chance que aparecesse.

E foi isso que aconteceu. Aos 25 minutos, em um jogada de Valdivia, que fez um bom passe para Wesley, a fatalidade aconteceu. O meia do Palmeiras bateu cruzado e ninguém acompanhou o péssimo atacante Henrique que, sozinho, empurrou para o gol de Cássio que nada pôde fazer.

Após tomar o gol, o jogo ficou ainda pior. Com muita marcação do lado verde e pouca criatividade do lado Corinthiano, poucas jogadas eram criadas. E, por incrível que pareça, a segunda chance mais perigosa do primeiro tempo veio do lado palmeirense. Em uma falta vinda do lado esquerdo, Tobio subiu sozinho e quase fez o segundo.

As únicas emoções restantes do primeiro tempo foram as chegadas mais fortes e a quantidade absurda de cartões amarelos distribuídos. O jogo esquentava e a torcida esperava mais para o segundo tempo.

A Segunda Etapa

As equipes voltaram sem qualquer alteração para a segunda etapa e, ficava o sentimento para o torcedor alvinegro, que as coisas deveriam melhorar. Contudo, o segundo tempo voltou com o mesmo ritmo sonolento do primeiro: o Corinthians tentando dar uma trabalhada na bola, mas errando muitos passes, e o Palmeiras se fechando e rezando para a partida acabar.

Toda vez que o Palmeiras tinha um contra-ataque, a defesa alvinegra se perdia. Com a velocidade e habilidade que todos sabemos que têm, Valdivia conseguia enlouquecer a defesa alvinegra.

E, de seus pés, quase saiu o segundo gol do jogo. Em uma jogada muito rápida, ele conseguiu arrumar uma bola para o lateral João Pedro que achou cruzamento e Mazinho, por pouco, não completou para as redes.

Na sequência, a resposta alvinegra. Em uma jogada bem trabalhada, a bola sobrou com Bruno Henrique que, de três dedos, acertou uma BOMBA na trave de Fernando Prass.

Depois dessa chance criada pelo Timão, o Palmeiras começou a dominar o meio campo e a dificultar demais a chegada do Coringão. Pensando em melhorar a equipe, Mano decidiu chamar Malcom, que estava na reserva, para tentar melhorar o poderio ofensivo do Corinthians. E o menino entrou no lugar do sonolento Jadson.

Mas a partida não mudou e, nesse momento, Mano fez outra alteração. Tirou Petros, único marcador, e colocou Romero, outro atacante. Uma substituição perigosa que poderia fazer o alvinegro perder o meio-campo e facilitar os contragolpes do Palmeiras.

A partir dos 24 minutos, o jogo voltou a ficar sonolento e sem grandes chances criadas para os dois lados. E essa história mudou um pouco a partir dos 30 minutos de jogo.

Em uma das poucas boas jogadas feitas pelo ataque do Corinthians, Fábio Santos achou um cruzamento e Luciano, de perna esquerda, quase marcou um golaço que acabou evitado por Fernando Prass.

Na sequência, o Timão começou a pressionar a saída de bola do Palmeiras e rondava perigosamente o gol do Palmeiras. O Coringão conseguia achar espaços para bons cruzamentos, mas a zaga alviverde levava vantagem na grande maioria das bolas.

O grande perigo ficava por conta dos contra-ataques. Em uma descida perigosa do time do Palmeiras, um impedimento acabou ajudando a defesa do Timão que estava mal posicionada.

Logo após esse lance duvidoso, outra chance do Palmeiras. Em uma jogada pelo meio, Wesley acertou uma bomba na trave de Cássio. Mais um susto para a nação alvinegra.

Os minutos finais da partida foram marcadas por alguma catimba do Palmeiras e a substituição de Valdivia que, em grande parte do jogo, foi o destaque. Mano Menezes, por sua vez, resolveu tirar Fábio Santos e colocar Danilo, o talismã dos clássicos.

E, como sempre, deu certo. Em uma bola vinda para dentro da área, Danilo conseguiu encontrar um espaço e bateu forte, colocado e com a canhota. Gol do Corinthians e o empate arrancado a fórceps no final da partida!

O final do jogo estava emocionante. Logo após a saída do meio campo, uma bola cruzada por João Pedro, Diogo se antecipou à zaga alvinegra e desviou para fora. O Timão se salvava da derrota no finalzinho da partida. O jogo, que começava morno, acabava quente no Pacaembu!

Apesar dos cinco minutos dados de acréscimo, nenhum dos dois times quis se arriscar mais do que o necessário e o empate acabou sendo "satisfatório" para as duas equipes. Uma pena para o Timão que, com o empate do Cruzeiro, poderia ter chegado um pouco mais perto do líder do campeonato.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Palmeiras

  • 1000 caracteres restantes