Corinthians terá no mínimo quatro reforços para enfrentar o Grêmio

Corinthians terá no mínimo quatro reforços para enfrentar o Grêmio

Por Meu Timão

Guerrero estará de volta contra o Grêmio

Guerrero estará de volta contra o Grêmio

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

A fase do Corinthians no final dessa temporada vai muito bem. Se mesmo com seis desfalques o Timão conseguiu bater o Goiás no Mangueirão, na decisão contra o Grêmio na Arena Corinthians, o Timão terá no mínimo quatro reforços para enfrentar a equipe gaúcha.

Após dois amistosos "data Fifa", Guerrero, Lodeiro e Romero se reapresentarão no Corinthians na próxima sexta-feira e estarão a disposição do treinador. Outro reforço certo é do meia Petros, que após cumpriu suspensão automática contra o Goiás por levar o terceiro cartão amarelo na competição.

Ainda existe a possibilidade do retorno de Fábio Santos e Anderson Martins, ambos foram vetados pelo departamento médico. A situação do zagueiro é um pouco mais delicada, o defensor tem desfalcado o Timão desde a partida contra o Santos, quando apresentou um incômodo muscular. Já Fábio Santos, que sofre de entorse no joelho, ficou de fora apenas da última partida e deve se recuperar antes do jogo decisivo.

Além dos reforços dentro de campo, o Timão também jogará em casa, com o apoio da torcida e deve bater recorde de público e receita nos jogos do Corinthians no Brasileirão.

Veja Mais:

  • Diversos torcedores não conseguiram efetuar a troca de ingressos

    Com fila absurda e nova confusão, torcida do Corinthians esgota ingressos para final da LNF

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes
  • Oswaldo negou que seus treinos sejam repetitivos

    Oswaldo volta a sinalizar escalação do Corinthians em coletivo e explica semana de treinos

    ver detalhes
  • Jô está de férias e só volta ao CT Joaquim Grava em janeiro

    Jô é liberado pelo Corinthians para férias e não aparece no CT nesta sexta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes