Corinthians e São Paulo travam duelo fora de campo pela maior média de público

Corinthians e São Paulo travam duelo fora de campo pela maior média de público

Por Meu Timão

Torcida do Corinthians é popularmente conhecida como a Fiel

Torcida do Corinthians é popularmente conhecida como a Fiel

O duelo entre São Paulo e Corinthians vai muito além do jogo realizado entre as quatro linhas. Dessa vez, a disputa entre os dois clubes está para saber quem leva mais torcida ao estádio. As informações são do jornalista Guilherme Palenzeula, do portal Uol.

Segundo o levantamento feito pelo jornalista, após essa última rodada, o São Paulo ultrapassou o Corinthians. Enquanto o time do Morumbi teve uma média de 28.279 pessoas, o Coringão atingiu a marca de 28.011 pessoas.

Contudo, há uma grande diferença na arrecadação: enquanto o São Paulo teve renda bruta total de bilheteria de R$ 13,5 milhões neste campeonato nacional, o Corinthians recebeu R$ 29,7 milhões. A distância entre os valores, de R$ 16,2 milhões, é semelhante ao preço que o São Paulo pagou ao Benfica (POR) para contratar o atacante Alan Kardec.

A explicação para que dois clubes que levam o mesmo número de torcedores ao estádio tenham valores totais de arrecadação tão distintos é óbvia: o preço cobrado dos ingressos.

Enquanto o São Paulo é um dos clubes que vende bilhetes ao preço mais barato entre os 20 participantes do Brasileirão, o Corinthians é um dos clubes que mais cobra caro de sua torcida.

Normalmente, o ingresso mais barato para entrar no Morumbi custa R$ 20 (inteira), mas em diversos momentos o clube faz promoção e vende entradas para um dos setores a R$ 10. No Corinthians, a situação é completamente diferente.

No começo do campeonato o clube chegou a mandar uma partida no Pacaembu, antes da inauguração da Arena, e depois jogou no Canindé.

Nas ocasiões vendeu ingressos a R$ 40. Mas depois da abertura do novo estádio, que sediou a abertura da Copa do Mundo de 2014, a entrada mínima passou a custar R$ 50. O bom público, então, passou a render arrecadações sempre próximas a R$ 2 milhões por jogo.

No caso do Corinthians, no entanto, não é possível mexer na verba da arrecadação. Por contrato, o clube tem de reservar o dinheiro de bilheteria para pagar os empréstimos contraídos para a construção do seu estádio.

Somando-se os 17 mandos do Corinthians neste Brasileirão, a média de renda bruta por jogo do clube é de R$ 1,7 milhão. No mesmo cálculo, o São Paulo, que mandou 18 partidas no campeonato, recebe R$ 752 mil por jogo.

A fase popular do São Paulo, que mais uma vez briga com o Corinthians pela média de público do Brasileirão, se deve a uma medida implementada durante o campeonato passado, em 2013.

O time vivia uma crise sem precedentes quando decidiu fixar a entrada mínima em R$ 10. A partir de então, houve um aumento significativo de público no Morumbi. Dessa forma, a medida foi parcialmente mantida em 2014.

Veja Mais:

  • Gaviões da Fiel foi a primeira das torcidas a chegar no Pacaembu neste domingo

    Organizadas chegam ao Pacaembu para ato em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes