Após ano sabático, Tite valoriza seu trabalho com pedida salarial milionária, diz coluna

Após ano sabático, Tite valoriza seu trabalho com pedida salarial milionária, diz coluna

Por Meu Timão

65 mil visualizações 242 comentários Comunicar erro

Empresário de Tite pediu R$1 milhão de salário

Empresário de Tite pediu R$1 milhão de salário

Desde que deixou o Corinthians, há quase um ano, o treinador Tite não acertou com nenhum clube. Na espera de um convite para assumir a seleção após a Copa do Mundo, o treinador preferiu não se antecipar, e recusou propostas para vários times no Brasil.

Num verdadeiro ano sabático, Tite aproveitou para reforçar seus conhecimentos sobre o futebol, e se dedicou ao estudo do futebol. O técnico chegou a passar alguns dias acompanhando de perto o trabalho de Carlo Ancelloti, comandante do Real Madrid.

A reciclagem, no entanto, tem seu preço: sondado por clubes como Santos e Internacional, a pedida salarial do treinador assusta. Para assinar um contrato, Tite espera receber quase R$1 milhão por mês, segundo informação da coluna Painel FC, do UOL.

Se fosse aceito, tal valor seria ainda maior que o salário de Mano Menezes, atualmente um dos maiores do Brasil, com valores em torno de R$633 mil mensais. Apesar das cifras, o Internacional ainda tem expectativas em negociar com Tite, e suspeita que a pedida visa ganhar tempo para o treinador.

Tite já declarou seu desejo em retomar o comando da equipe corinthiana, e poderia estar aguardando o Timão. Com a situação política indefinida no Corinthians, o futuro treinador ainda é incerto, uma vez que o contrato de Mano Menezes vencerá em dezembro.

Vale lembrar que o valor pedido por Tite cabe a negociação, é comum a prática de empresários de jogadores e treinadores começar uma conversa com valores bem mais altos e depois irem abaixando pra dentro da realidade brasileira.

Veja Mais:

  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes
  • Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    [Danilo Augusto] Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez, Roberto de Andrade e Gobbi, últimos presidentes do Corinthians

    Diretor financeiro do Corinthians analisa detalhes do balanço de 2017; leia a entrevista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes