Torcedores acendem sinalizadores na Arena Corinthians e são agredidos

Torcedores acendem sinalizadores na Arena Corinthians e são agredidos

Por Larissa Emanuelle

9.6 mil visualizações 161 comentários Comunicar erro

Na partida entre Corinthians e Grêmio, torcedores acenderam sinalizadores

Na partida entre Corinthians e Grêmio, torcedores acenderam sinalizadores

Após o gol marcado por Guerrero diante do Grêmio, torcedores empolgados com a vitória do time alvinegro acenderam sinalizadores, que são proibidos nos estádios. Preocupados com uma possível punição ao Timão, Corinthianos agrediram os donos dos artefatos.

A partida entre as duas equipes foi paralisada pelo árbitro Ricardo Marques até que os sinalizadores pudessem ser apagados pela torcida. Caso o juiz tenha relatado em sua súmula o ocorrido, é bem possível que o clube paulista possa ser denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Neste ano, o Corinthians tem sido um dos clubes mais denunciados do país pelo tribunal e uma possível punição pelos sinalizadores pode fazer o time de Mano Menezes perder mandos de campo, mais uma vez.

O próximo jogo do Timão será contra o Fluminense, fora de casa, ainda pelo Campeonato Brasileiro. Um empate garante o time alvinegro na Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Ramiro está confirmado por Carille e médicos do Corinthians para a partida deste domingo

    Carille confirma escalação do Corinthians para estreia do Paulistão; Ramiro tem situação atualizada

    ver detalhes
  • Primeiro ano de Andrés no atual mandato como presidente do Corinthians fechará no vermelho

    Com dois meses a menos, déficit do Corinthians em 2018 ultrapassa o de 2017

    ver detalhes
  • Douglas deve deixar o Corinthians neste início de ano

    Douglas recebe ofertas e pode deixar o Corinthians; Botafogo é um dos interessados

    ver detalhes
  • Timão oficializou extensão do vínculo de patrocínio com empresa nacional de tecnologia

    Corinthians renova contrato de patrocínio com a Positivo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes