Gobbi debocha sobre possível punição do STJD: 'Um estagiário dirá que não tem como punir'

Gobbi debocha sobre possível punição do STJD: 'Um estagiário dirá que não tem como punir'

Por Meu Timão

Mário Gobbi debochou da possível punição ao Coringão

Mário Gobbi debochou da possível punição ao Coringão

O Corinthians está muito próximo da vaga para a Libertadores e o presidente do clube, Mário Gobbi, mostra toda confiança com o julgamento que acontecerá quinta no STJD. As informações são do portal ESPN.

A suposta escalação irregular de Petros será julgada essa semana e o time pode perder quatro pontos no Campeonato Brasileiro. A Federação Paulista de Futebol (FPF), responsável pelo envio da documentação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), assumiu a falha. No julgamento em primeira instância no STJD, o Corinthians foi absolvido.

- A federação assumiu o erro. É desnecessário estar lá de novo, mas recorrer é direito das partes. Se você perguntar a um estagiário de direito, ele dirá que não tem como punir o Corinthians. Ou valida o novo contrato ou vale o anterior, que estava vigente - disse o presidente domingo.

De uma forma ou de outra, argumenta o cartola, Petros tinha condições de enfrentar o Coritiba em Curitiba. Os advogados do Corinthians dizem ainda que o jogador cumpria os pré-requisitos para estar regular: tinha contrato em vigor e nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Veja Mais:

  • Kazim deve ter primeira chance como titular no Corinthians

    Carille põe Kazim titular e faz mais duas mudanças; veja provável escalação contra São Paulo

    ver detalhes
  • Arena Corinthians foi palco de semifinal da Copinha em 2016

    FPF nega semifinal na Arena, libera Paulista em Jundiaí e volta a irritar diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim marcou um dos gols da vitória do Timão na Florida Cup

    Corinthians conhece adversário de final da Florida Cup 2017

    ver detalhes
  • Drogba no Corinthians: decisão sai nesta sexta

    [Marco Bello] Drogba no Corinthians: decisão sai nesta sexta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes