Advogado gaúcho que faz lobby contra o Corinthians é o mesmo que rebaixou a Portuguesa

Advogado gaúcho que faz lobby contra o Corinthians é o mesmo que rebaixou a Portuguesa

Por Meu Timão

Décio Neuhaus tenta lobby contra o Corinthians

Décio Neuhaus tenta lobby contra o Corinthians

O advogado Décio Neuhaus - o mesmo que levou seu discurso de 20 minutos e um voto "pronto" antes mesmo do julgamento da Portuguesa, em 2013 - virou o grande adversário do Corinthians no STJD.

Membro do STJD, o gaúcho vem fazendo lobby com os demais auditores afim de conseguir a punição de 4 pontos - que acabariam com a vantagem do Corinthians sobre os times de Porto Alegre na tabela do Campeonato Brasileiro. A informação foi divulgada por Francisco Loureiro no blog DePrima, que fala sobre os bastidores do futebol brasileiro.

Internacional e Grêmio estão na disputa direta contra o Timão pela vaga que garante a classificação para a Libertadores. Por esse motivo, ambos os times entraram com recurso para julgar novamente o "Caso Petros" - por erro da FPF e da CBF, o jogador teme o nome publicado precocemente no BID, sem estar devidamente regularizado.

O Corinthians, à época, havia tomado todas as providências cabíveis e não teve parte na ação e acabou inocentado. Porém, com o recurso, o time será novamente julgado e corre risco de perder a vaga "no tapetão".

O usuário Lucas Thomas, membro do site Meu Timão, lembrou ainda que apesar do lobby contra o Corinthians, o próprio Décio Neuhaus defendeu a situação oposta no julgamento entre Brasília x Paysandú. Ambos os times disputaram a Copa Verde, e o Paysandú, vice-colocado da competição, tentou desclassificar o adversário alegando escalação irregular.

Na ocasião, o advogado afirmou que a condição de jogo para um jogador precisa atender dois requisitos: o vínculo (ou seja, um contrato válido com o clube pelo qual atua), e a publicidade (que é a divulgação deste vínculo através do BID).

Sendo assim, Petros preencheria todos os requisitos necessários para jogar. Nas palavras do próprio Décio Neuhaus, no caso, quando defendeu o Brasília da punição: "A CBF é culpada. O Brasília tem um caminho na justiça para buscar uma indenização da CBF"

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes