Após confusão contra Orlândia no futsal, Corinthians recebe multa

Após confusão contra Orlândia no futsal, Corinthians recebe multa

Por Meu Timão

Corinthians receberá punição pelo jogo da Liga Futsal

Corinthians receberá punição pelo jogo da Liga Futsal

Além da derrota e da eliminação no último segundo, o departamento de futsal do Corinthians terá de arcar com uma multa. O episódio após a partida, quando jogadores avançaram sobre o juíz e a invasão da torcida no vestiário do Orlândia poderá custar caro.

O valor da multa, no total R$28 mil foi aplicado pelo comitê gesto da Liga Futsal, alegando que o time corinthiano infringiu uma série de artigos previstos no regulamento da competição. Além da invasão e da acusão de agressão para Simi e Deivd, o time será punido pela entrada de crianças menores de 6 anos na partida.

Além da liga, o time que STJD-CBFS, especializado no futsal de salão, ainda irá julgar o time. O Corinthians ainda poderá recorrer da multa, mas é provável que não escape da punição da federação. Já o STJD do Futsal poderá ainda punir o clube com mandos e partidas no ano que vem.

O Corinthians perdeu a partida para o Orlândia com gol no último segundo, mas os jogadores do PSJ reclamaram da arbitragem durante toda a partida, que para eles, foi decisiva para a eliminação do clube.

Veja Mais:

  • Clayson está na mira do Corinthians, que cogita emprestar terceiro jogador ao clube de Campinas

    Corinthians estuda emprestar jogador à Ponte Preta por contratação de Clayson

    ver detalhes
  • Timão foi eliminado pelo Náutico, que agora é excluído por escalação irregular

    Por escalação irregular contra Corinthians, Náutico é excluído da Copa do Brasil Sub-20

    ver detalhes
  • Timão empatou com rival São Paulo e carimbou passaporte à finalíssima

    Classificação do Corinthians à final do Paulistão rende recorde de audiência à Globo

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes