Após 'desistência' do Grêmio, Corinthians tem caminho livre para acertar com Dudu

Após 'desistência' do Grêmio, Corinthians tem caminho livre para acertar com Dudu

Por Larissa Emanuelle

Grêmio não deve tentar segurar o atacante, que tem 'caminho livre' pra negociar com o Corinthians

Grêmio não deve tentar segurar o atacante, que tem 'caminho livre' pra negociar com o Corinthians

Sondado pelo Corinthians e atualmente jogando no Grêmio, o atacante Dudu não deve permanecer no futebol do Rio Grande do Sul. Após não conseguir a vaga na Libertadores da América, a equipe gaúcha não deve tentar segurar o jogador, segundo o repórter Vagner Martins, do Fox Sports.

Com a desistência do Grêmio em tentar contratar o atacante, que hoje pertence ao Dínamo de Kiev, o Corinthians teria caminho livre para negociar com o mesmo, já pensando em reforçar o seu setor ofensivo para a próxima temporada.

Também com dificuldades financeiras, o tricolor gaúcho não tem condições de fazer grandes contratações para a próxima temporada, principalmente sem ter conseguido a vaga para a competição continental. Com isso, o Timão tem mais chances de contar com Dudu no próximo ano.

Para trazer o atacante, o clube alvinegro pode buscar um empréstimo. No entanto, o time ucraniano deve preferir vender o jogador, que tem cláusula contratual de 6 milhões de euros.

Veja Mais:

  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes