Roberto de Andrade ignora protestos e acredita que os ingressos não estão caros

Roberto de Andrade ignora protestos e acredita que os ingressos não estão caros

Por Meu Timão

Roberto de Andrade não vê os ingressos caros

Roberto de Andrade não vê os ingressos caros

Ao que tudo indica, se eleito, Roberto de Andrade não deve mexer nos preços dos ingressos da Arena Corinthians. O ex-diretor de futebol se apega aos valores dos setores atrás dos gols (arquibancadas norte e sul) para ignorar os recentes protestos dos torcedores, que seguem inconformados com os valores praticados no novo estádio.

- Eu não entendo que o ingresso está caro. Arquibancadas norte e sul acho que é um valor de R$ 32 pelo Fiel Torcedor (R$ 50, sem desconto). Não da para fazer futebol com ingresso mais barato do que isso. No Pacaembu a gente tinha uma área popular muito maior do que na Arena. Saindo disso, o ingresso é mais caro, é o que todo mundo reclama. O projeto é esse, temos de nos adequar - afirmou Roberto de Andrade, em entrevista à rádio Transamérica.

- Estamos sempre preocupado com isso, mas a gente acaba não tendo como baixar mais que isso, estamos no limite do limite do limite para poder honrar com os nossos compromissos - completou.

Além dos setores atrás dos gols, citados pelo candidato da situação, a Arena Corinthians disponiliza ingressos para os setores Leste Inferior (R$ 80), Leste Superior (R$ 150), Oeste (R$ 200) e Oeste VIP (R$ 350). Os sócios-torcedores têm até 40% de desconto.

Veja Mais:

  • Oposicionista deve oficializar sua candidatura em breve

    Com diretores atuais como vice, Paulo Garcia se lança como candidato à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Romarinho marcou sobre o Real Madrid, na semifinal do Mundial de Clubes de 2017

    Corinthians tira onda no Twitter após gol de Romarinho no Real Madrid

    ver detalhes
  • Novo uniforme branco do Corinthians na temporada 2017/18

    Corinthians e Nike renovam parceria até 2029; clube recebe bolada de luvas

    ver detalhes
  • Parte da dívida é relativa a venda de Felipe ao Porto

    Corinthians tem cerca de R$ 10 milhões a receber de clubes brasileiros e europeus

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes