Corinthians quer vetar a saída de Malcom

Corinthians quer vetar a saída de Malcom

Por Meu Timão

Gobbi não quer perder o atacante Malcom

Gobbi não quer perder o atacante Malcom

O jovem atacante Malcom, joia da base alvinegra, vem despertando o interesse de diversos clubes europeus. O atacante viajou à França com seus empresários, da empresa Elenko Sports, que conversam com Dinamo de Kiev (UCR) e Olympique Marseille (FRA).

Contudo, pessoas próximas do presidente Gobbi dizem que ele não vai permitir que o jogador saia do clube. Em conversa com conselheiros na segunda-feira, Gobbi mostrou insatisfação com a conduta do estafe de Malcom, que, na sua visão, tenta acelerar a saída do jogador. Além disso, ele revelou que, enquanto for o presidente, não permitirá a saída, já que quer que o jovem tenha mais jogos com a camisa alvinegra. As informações são do portal Uol.

Oficialmente, o Corinthians nega ter em mãos qualquer proposta pelo atacante.

- Não recebemos nenhuma sondagem ou proposta, mas, caso receba, o Corinthians pode avaliar, e decidir se recusa ou aceita - diz o gerente Edu Gaspar.

Com apenas 17 anos, Malcom mal despontou no Corinthians e já atraiu interesse de clubes europeus. O atacante viajou à França com seus empresários, da empresa Elenko Sports, que conversam com Dinamo de Kiev (UCR) e Olympique Marseille (FRA). A pessoas próximas, porém, o presidente alvinegro Mario Gobbi disse que não vai permitir a saída da promessa.

Em conversa com conselheiros na segunda-feira, Gobbi mostrou insatisfação com a conduta do estafe de Malcom, que, na sua visão, tenta acelerar a saída do jogador. O mandatário revelou que, enquanto for presidente - seu mandato termina no dia 15 de janeiro - não permitirá a saída, já que quer que o jovem tenha mais jogos com a camisa alvinegra.

Oficialmente, o Corinthians nega ter em mãos qualquer proposta pelo atacante, mas faz a ressalva de que, caso receba algo, tem total autonomia para decidir, mesmo tendo apenas 30% dos direitos econômicos.

'Não recebemos nenhuma sondagem ou proposta, mas, caso receba, o Corinthians pode avaliar, e decidir se recusa ou aceita', diz o gerente Edu Gaspar.

Conselheiro empresário investigado

Se o Corinthians detém 30% dos direitos de Malcom, a maior fatia, de 35%, pertence à Luis Fernando Assessoria, de propriedade de Fernando Garcia.

Nesta segunda-feira, foi aberto na Comissão de Ética do conselho alvinegro um pedido de investigação: o artigo 43 do estatuto do clube, publicado no site oficial, diz que não poderá fazer parte dos poderes sociais do clube o sócio que tenha relação profissional com a agremiação 'na condição de procurador, empresário, agente de atletas ou como sócio dos que exerçam tais atividades'.

Pelo estatuto, Garcia poderia perder seu mandato como conselheiro - poucos no Corinthians, porém, acreditam que uma punição tão severa seja aplicada. Resta saber o que acabará decidido pelos órgãos competentes.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes