Corinthians quer vetar a saída de Malcom

25 mil visualizações 119 comentários

Por Meu Timão

Gobbi não quer perder o atacante Malcom

Gobbi não quer perder o atacante Malcom

O jovem atacante Malcom, joia da base alvinegra, vem despertando o interesse de diversos clubes europeus. O atacante viajou à França com seus empresários, da empresa Elenko Sports, que conversam com Dinamo de Kiev (UCR) e Olympique Marseille (FRA).

Contudo, pessoas próximas do presidente Gobbi dizem que ele não vai permitir que o jogador saia do clube. Em conversa com conselheiros na segunda-feira, Gobbi mostrou insatisfação com a conduta do estafe de Malcom, que, na sua visão, tenta acelerar a saída do jogador. Além disso, ele revelou que, enquanto for o presidente, não permitirá a saída, já que quer que o jovem tenha mais jogos com a camisa alvinegra. As informações são do portal Uol.

Oficialmente, o Corinthians nega ter em mãos qualquer proposta pelo atacante.

- Não recebemos nenhuma sondagem ou proposta, mas, caso receba, o Corinthians pode avaliar, e decidir se recusa ou aceita - diz o gerente Edu Gaspar.

Com apenas 17 anos, Malcom mal despontou no Corinthians e já atraiu interesse de clubes europeus. O atacante viajou à França com seus empresários, da empresa Elenko Sports, que conversam com Dinamo de Kiev (UCR) e Olympique Marseille (FRA). A pessoas próximas, porém, o presidente alvinegro Mario Gobbi disse que não vai permitir a saída da promessa.

Em conversa com conselheiros na segunda-feira, Gobbi mostrou insatisfação com a conduta do estafe de Malcom, que, na sua visão, tenta acelerar a saída do jogador. O mandatário revelou que, enquanto for presidente - seu mandato termina no dia 15 de janeiro - não permitirá a saída, já que quer que o jovem tenha mais jogos com a camisa alvinegra.

Oficialmente, o Corinthians nega ter em mãos qualquer proposta pelo atacante, mas faz a ressalva de que, caso receba algo, tem total autonomia para decidir, mesmo tendo apenas 30% dos direitos econômicos.

'Não recebemos nenhuma sondagem ou proposta, mas, caso receba, o Corinthians pode avaliar, e decidir se recusa ou aceita', diz o gerente Edu Gaspar.

Conselheiro empresário investigado

Se o Corinthians detém 30% dos direitos de Malcom, a maior fatia, de 35%, pertence à Luis Fernando Assessoria, de propriedade de Fernando Garcia.

Nesta segunda-feira, foi aberto na Comissão de Ética do conselho alvinegro um pedido de investigação: o artigo 43 do estatuto do clube, publicado no site oficial, diz que não poderá fazer parte dos poderes sociais do clube o sócio que tenha relação profissional com a agremiação 'na condição de procurador, empresário, agente de atletas ou como sócio dos que exerçam tais atividades'.

Pelo estatuto, Garcia poderia perder seu mandato como conselheiro - poucos no Corinthians, porém, acreditam que uma punição tão severa seja aplicada. Resta saber o que acabará decidido pelos órgãos competentes.

Veja Mais:

  • Corinthians conquista Libertadores pela primeira vez em 4 de julho de 2012

    Corinthians batia Boca Juniors e conquistava Libertadores há exatos oito anos; relembre o feito

    ver detalhes
  • Fabinho, último da esquerda para a direita, fez a jogada que resultou no gol de Tupãzinho

    Campeão em 90 vibra com nova camisa do Corinthians e lembra: 'Foi na base de muita raça'

    ver detalhes
  • Suposta nova camisa do Corinthians viralizou nas redes sociais

    Suposta imagem da nova camisa do Corinthians vaza na internet; Fiel questiona homenagem

    ver detalhes
  • Bruno Bertucci e Lulinha atuaram juntos no profissional do Corinthians

    'Famosa geração Lulinha': ex-Corinthians lembra 'Timãozinho 90' e faz comparação com Dentinho

    ver detalhes
  • Modernizar o futebol não é questão de gosto, é de sobrevivência

    [Danilo Augusto] Modernizar o futebol não é questão de gosto, é de sobrevivência

    ver detalhes
  • Elenco passou por primeiro trabalho posicional após retorno

    Corinthians faz primeiro trabalho posicional após retorno dos treinos; veja fotos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: