Em ação inédita no Brasil, Corinthians inicia parceria comercial em plataformas de vídeo

Em ação inédita no Brasil, Corinthians inicia parceria comercial em plataformas de vídeo

Por Meu Timão

Corinthians fechou patrocínio para vídeos

Corinthians fechou patrocínio para vídeos

Foto: Reprodução

Pioneiro em ações que envolvem a marca e o futebol, o Corinthians firmou acordo com a multinacional alemã Henkel para a exploração de uma propriedade nunca antes comercializada pelo clube: suas plataformas de vídeo.

A partir desta segunda (05), durante toda a pré-temporada nos Estados Unidos e estendendo a ação durante os dois jogos da fase preliminar da Taça Libertadores, os torcedores conviverão com as marcas da Linha Cascola e Loctite Durepoxi na exibição do conteúdo em vídeo produzido pelo clube.

As inserções não ficarão restritas às vinhetas e marcas expostas no canto de tela. O internauta poderá acompanhar durante o período roteiros exclusivos envolvendo os produtos e o dia a dia do clube. Os bastidores de jogos e gols em tempo real, ponto alto em 2014, seguirão nas exibições programadas para a temporada 2015:

O torcedor alvinegro pode acompanhar os vídeos no canal oficial do clube no Youtube, além dos perfis no Twitter, Facebook, Instagram e Vine.

Veja Mais:

  • Corinthians e Grêmio se enfrentam neste domingo, na Arena em Itaquera

    Saiba como assistir ao jogo entre Corinthians e Grêmio na televisão nesta quarta

    ver detalhes
  • Pablo usou suas redes sociais para soltar comunicado sobre seu desempenho no Corinthians

    Pablo desabafa em rede social sobre desempenho no Corinthians e afirma: 'Ninguém vai tirar meu foco'

    ver detalhes
  • Noite vai ser de Arena Corinthians lotada para confronto decisivo

    Fiel garante quase 10 mil ingressos em um dia; Corinthians atualiza parcial contra o Grêmio

    ver detalhes
  • Corinthians venceu Grêmio por 1 a 0 no primeiro turno, em Porto Alegre

    Final de campeonato? Corinthians e Grêmio se enfrentam pela liderança do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes