Lesão grave de Edu Dracena não preocupa fisioterapeuta do Corinthians

Lesão grave de Edu Dracena não preocupa fisioterapeuta do Corinthians

Por Meu Timão

6.3 mil visualizações 62 comentários Comunicar erro

Edu Dracena veio do Santos, mas não é ruim

Edu Dracena veio do Santos, mas não é ruim

A grave lesão que Edu Dracena sofreu em 2014 que o deixou mais de seis meses fora dos gramados não incomoda o Corinthians, que fechou com o zagueiro nessa semana. Edu Dracena rompeu um ligamento no joelho esquerdo durante um treino do Santos, em janeiro de 2014, e só retornou a campo em agosto, após sete meses de recuperação.

Em entrevista ao Lancenet, o fisioterapeuta do Corinthians, Bruno Mazziotti, disse que Edu Dracena passará por testes biomecânicos no Timão

- A cirurgia que ele fez no Santos foi muito boa. O trabalho de recuperação lá, de toda a equipe de fisioterapeutas, foi muito bom. Mas, como temos um cuidado especial com jogadores que passam por lesões graves, faremos todos os tipos de avaliações biomecânicas, para que ele esteja na melhor condição - disse Bruno Mazziotti.

Contratado pelo Corinthians por dois anos, Edu Dracena deve fazer dupla de zaga ao lado de Gil, e deverá ser titular do time durante a disputa da Pré-libertadores da América, contra o Once Caldas, nos dias 4 e 11 de fevereiro.

Veja Mais:

  • Destaque no Majestoso de sábado passado, Thiaguinho será titular diante do Vasco

    Com desfalques e dúvida na escalação, Corinthians recebe Vasco para 'jogo de seis pontos'

    ver detalhes
  • Cerca de 300 torcedores na porta do CT Joaquim Grava na tarde desta sexta-feira

    Organizada do Corinthians grita contra Andrés e se reúne com jogadores, diretoria e Jair

    ver detalhes
  • Jadson está relacionado para o jogo deste sábado contra o Vasco

    Corinthians relaciona Jadson e outros 22 jogadores contra o Vasco; veja a lista

    ver detalhes
  • Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

    [Lucas Faraldo] Teu passado é uma bandeira. Não aprenderam a lição?

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes