Cogitado no Corinthians, Vagner Love acerta rescisão com clube chinês

Cogitado no Corinthians, Vagner Love acerta rescisão com clube chinês

Por Meu Timão

8.7 mil visualizações 120 comentários Comunicar erro

Vagner Love rescindiu com o clube chinês

Vagner Love rescindiu com o clube chinês

Masashi Hara/Getty Images

Nesta semana, o atacante Vagner Love teve seu nome especulado no Corinthians como mais um possível reforço para a temporada 2015, mas o salário que o atleta recebia no Shandong Lunengera um grande problema... era. Nesta quarta-feira, o atacante acertou sua rescisão contratual com o clube chinês, e está livre para acertar com qualquer equipe.

Apesar de ter uma passagem pelo Palmeiras, o atacante não tem uma relação boa com a torcida do rival. Perto da sua saída do clube, em 2009, Vagner Lover se envolveu em uma briga com torcedores que questionavam o desempenho do atacante. Na ocasião, e pancadaria foi interrompida por seguranças do clube, chamados pelo ex-goleiro Marcos. Semanas atrás, o clube de Vagner Love veio ao Brasil, jogou contra o Palmeiras, e toda vez que o atacante tocava na bola, era vaiado pela torcida local.

Apesar da rescisão, Vagner Love tinha um bom aproveitamento no clube chinês. O atacante participou de 33 partidas na última temporada pelo Shandong Luneng e marcou 22 gols.

Veja Mais:

  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Agora em definitivo: Boselli é esperado no Brasil nesta sexta-feira

    Boselli inicia viagem para se reapresentar ao Corinthians

    ver detalhes
  • Thiaguinho (à esq.) pode ganhar vaga caso Ramiro se torne desfalque

    Com Sornoza e sem Ramiro, Carille ensaia escalação do Corinthians para estreia no Paulistão

    ver detalhes
  • Guilherme Arana pode voltar ao Corinthians em 2019

    Corinthians faz proposta para compra de Guilherme Arana; Flamengo tenta atravessar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes