Desentrosado e dependente da bola parada, Once Caldas perde na estreia do colombiano

17 mil visualizações 90 comentários

Por Meu Timão

Arango é bom na bola parada

Arango é bom na bola parada

Divulgação

Foram dez contratações e pouco mais de vinte dias de trabalho. O primeiro adversário, o atual vice-campeão colombiano - o Independiente Medellín perdeu a decisão do Clausura, em dezembro, para o Santa Fé. Ainda assim, o público presente no Estádio Palo Grande, casa do Once Caldas, saiu muito decepcionada com o que viu. Superior, o Medellín venceu por 2 a 0 e iniciou bem sua caminhada na Liga Águila (Apertura).

No primeiro tempo, o Once Caldas demonstrou o que pretende fazer contra o Timão: pressionou. Jogando pelo lados, e insistindo nas cobranças de faltas de Arango, arriscou chuveirinhos, chutes de média distância, mas sem grandes sustos para o adversário. Com três dos dez reforços em campo (Balanta, Valoy e Penco), "los blancos" aceleram demais e pararam na marcação. Mesmo com menos entrostamento (foram seis reforços em campo), o Medellín se defendia bem e buscava os contra-ataques.

No segundo tempo, com as equipes mais cansadas, o Once Caldas se perdeu definitivamente. Em linda jogada, Caicedo recebeu em profundidade e com um toque cheio de categoria abriu o placar para os visitantes. Já no final do jogo, em um contragolpe três contra um, Hechalar deu números finais da partida.

Chateado, a maior contratação da equipe para 2015, o atacante Sebastian Penco, resumiu o sentimento do time:

- A verdade que estamos muito chateados. Uma equipe que veio jogar fechada e que em dois contra-ataques definiu a partida. Agora é ir para o Brasil e tentar fazer o melhor. Obviamente é melhor perder agora e corrigir os erros para enfrentar o Corinthians.

Ficha técnica:

Liga Águila - Campeonato Colombiano - 1ª rodada
31/01/2015 - 20h30 (horário de Brasília)
Estádio Palo Grande, Manizales - Colômbia

Árbitro: Ervin Otero

Once Caldas: Cuadrado; Piedrahita, Pérez, Lopera e Murillo; Balanta (Culma), Henao, Valoy (Álvarez), Arango e Sierra; Penco (Arias).

Independiente Medellín: Silva; Angulo, Mosquera, Hemer e Marín; Marrugo, Moreno, Hernández e Hechalar; Pérez e Caicedo.

Gols: Caicedo, aos 14, e Hechalar, aos 40 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Arango (Once Caldas); Mosquera, Jemer e Hechalar (Medellín).

Veja Mais:

  • Essa é a única certeza do Corinthians pós-paralisação

    [Vitor Chicarolli] Essa é a única certeza do Corinthians pós-paralisação

    ver detalhes
  • Clube deu passo importante para as eleições de novembro

    Corinthians define comissão eleitoral para eleições presidenciais de novembro

    ver detalhes
  • Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    VÍDEO: Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    ver detalhes
  • Nos bastidores, Parque São Jorge já respira as eleições que estão marcadas para o mês de novembro

    Mais uma chapa de oposição do Corinthians pede esclarecimentos da operação financeira de Pedrinho

    ver detalhes
  • Corinthians marca um golaço fora de campo e dá exemplo de postura diante à pandemia de Coronavírus

    [Ana Paula Araújo] Corinthians marca um golaço fora de campo e dá exemplo de postura diante à pandemia de Coronavírus

    ver detalhes
  • Oposição vinha cobrando a divulgação do balanço, que traz recorde negativo

    Um mês após o prazo, Corinthians divulga balanço de 2019 em seu site; atraso foi alvo da oposição

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: