Sócios votam com tranquilidade mesmo com a disputa acirrada por adesão às chapas

2.9 mil visualizações 25 comentários

Por Diego Salgado

Faixa colocada em frente ao ginásio dá recado aos sócios

Faixa colocada em frente ao ginásio dá recado aos sócios

Diego Salgado/Meu Timão

A faixa quase passa despercebida aos olhos dos sócios que chegam para votar no Parque São Jorge. Nela, o recado sóbrio: "Não apoiamos ninguém, apoiamos o Corinthians". O discurso é uma exceção na eleição presidencial do clube alvinegro, que teve início às 9h deste sábado. Horas depois de o processo começar, a boca de urna ainda é intensa na entrada do ginásio.

Com camisas personalizadas, militantes das duas chapas tentam até o último instante convencer os sócios de que o seu candidato preferido é o melhor para o Corinthians nos próximos três anos. No peito, o simpatizantes de Roberto de Andrade trazem os trunfos da gestão Andrés Sanchez e Mário Gobbi: os títulos da Libertadores e do Mundial, além na construção do estádio e do Centro de Treinamento. Os sócios pró-Citadini, por sua vez, também dão o recado ao lembrar da situação financeira do clube e da dívida acumulada nos últimos sete anos - o montante passou de R$ 101,5 milhões a R$ 313,5 milhões.

Alheio à disputa intensa dos sócios por mais um voto na acirrada corrida eleitoral, um dos sócios mais antigos do clube, Mário Perez, de 93 anos, chega a passos lentos para mais uma vez escolher o presidente corinthiano. Com dificuldade, relembra o tempo em que nadava no Parque São Jorge e também deixa seu recado. Acompanhado da esposa, Perez, sócio desde o começo da década de 1940, ressalta a importância da união para o clube. "Todos têm de se juntar. Isso faz o Corinthians mais forte", disse em tom baixo.

A eleição no ginásio da sede social do clube transcorre sem problemas. Desde as 9h, os sócios conseguem votar com tranquilidade. Em minutos, apresentam a carteirinha e têm acesso às urnas eletrônicas. Quase 12 mil sócios estão aptos a participar do processo de votação no Parque São Jorge. A expectativa é que cerca de quatro mil sócios compareçam. Além de presidente e vice, o pleito ainda irá eleger 200 conselheiros pelo período de três anos, além de 50 suplentes.

Veja Mais:

  • Sainz esteve na Arena Corinthians em 2016

    Novo piloto da Ferrari gosta do Corinthians e prefere Ronaldo Fenômeno a ídolo do seu clube espanhol

    ver detalhes
  • Grupo com maioria de palmeirenses compareceu a ato contra corinthianos na Avenida Paulista

    Grupo responde manifestação pró-democracia de corinthianos em tom de ameaça

    ver detalhes
  • Corinthians corre risco de cruzeirar e também ter pontuação negativa no brasileirão?

    VÍDEO: Corinthians corre risco de cruzeirar e também ter pontuação negativa no brasileirão?

    ver detalhes
  • Carlão vestiu as cores do Corinthians entre 2005 e 2008

    Título, queda e reestruturação: Carlão relembra trajetória de extremos no Corinthians

    ver detalhes
  • Atacante teve passagem curta no Fortaleza antes de rumar à Europa

    Setorista do Fortaleza se surpreende com iminente chegada de Léo Natel ao Timão: 'Bom para Série B'

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade explica contratação de quarteto no Corinthians e cita até problema familiar

    VÍDEO: Roberto de Andrade explica contratação de quarteto no Corinthians e cita até problema familiar

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: