Sócios votam com tranquilidade mesmo com a disputa acirrada por adesão às chapas

Sócios votam com tranquilidade mesmo com a disputa acirrada por adesão às chapas

Por Diego Salgado

2.9 mil visualizações 26 comentários Comunicar erro

Faixa colocada em frente ao ginásio dá recado aos sócios

Faixa colocada em frente ao ginásio dá recado aos sócios

Foto: Diego Salgado/Meu Timão

A faixa quase passa despercebida aos olhos dos sócios que chegam para votar no Parque São Jorge. Nela, o recado sóbrio: "Não apoiamos ninguém, apoiamos o Corinthians". O discurso é uma exceção na eleição presidencial do clube alvinegro, que teve início às 9h deste sábado. Horas depois de o processo começar, a boca de urna ainda é intensa na entrada do ginásio.

Com camisas personalizadas, militantes das duas chapas tentam até o último instante convencer os sócios de que o seu candidato preferido é o melhor para o Corinthians nos próximos três anos. No peito, o simpatizantes de Roberto de Andrade trazem os trunfos da gestão Andrés Sanchez e Mário Gobbi: os títulos da Libertadores e do Mundial, além na construção do estádio e do Centro de Treinamento. Os sócios pró-Citadini, por sua vez, também dão o recado ao lembrar da situação financeira do clube e da dívida acumulada nos últimos sete anos - o montante passou de R$ 101,5 milhões a R$ 313,5 milhões.

Alheio à disputa intensa dos sócios por mais um voto na acirrada corrida eleitoral, um dos sócios mais antigos do clube, Mário Perez, de 93 anos, chega a passos lentos para mais uma vez escolher o presidente corinthiano. Com dificuldade, relembra o tempo em que nadava no Parque São Jorge e também deixa seu recado. Acompanhado da esposa, Perez, sócio desde o começo da década de 1940, ressalta a importância da união para o clube. "Todos têm de se juntar. Isso faz o Corinthians mais forte", disse em tom baixo.

A eleição no ginásio da sede social do clube transcorre sem problemas. Desde as 9h, os sócios conseguem votar com tranquilidade. Em minutos, apresentam a carteirinha e têm acesso às urnas eletrônicas. Quase 12 mil sócios estão aptos a participar do processo de votação no Parque São Jorge. A expectativa é que cerca de quatro mil sócios compareçam. Além de presidente e vice, o pleito ainda irá eleger 200 conselheiros pelo período de três anos, além de 50 suplentes.

Veja Mais:

  • Corinthians de Romero reestreia no Brasileiro nesta quarta-feira

    Acabou a Copa, e agora? Saiba tudo sobre a volta do Corinthians aos gramados

    ver detalhes
  • Marciel não vai permanecer no Corinthians após dispensa da Ponte Preta

    Devolvido pela Ponte Preta, Marciel não fica no Corinthians e deve ser emprestado ao Oeste

    ver detalhes
  • Atleta com mais tempo de clube, Danilo não sabe se fica para 2019

    Corinthians tem quatro jogadores com contrato perto do fim; só um já definiu futuro

    ver detalhes
  • O centroavante Jonathas está entre os recém-chegados no elenco do Corinthians

    Saiba até quando o Corinthians pode inscrever reforços nas competições de 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes