Polícia Militar e torcedores do Palmeiras se enfrentam antes do clássico

Polícia Militar e torcedores do Palmeiras se enfrentam antes do clássico

Por Diego Salgado

Confusão marcou o clássico deste domingo

Confusão marcou o clássico deste domingo

Foto: Diego Salgado/Meu Timão

As ruas próximas ao novo estádio do Palmeiras foram palco de um violento confronto entre a Polícia Militar e os torcedores palmeirenses. A confusão começou por volta das 15h30, na rua Turiassu. Os policiais usaram bombas de efeito moral na tentativa de abrir caminho para outros torcedores, que tentavam acessar os portões de entrada.

Alguns palmeirenses, neste momento, brigavam entre si. Quinze minutos depois, o confronto tornou-se mais intenso. Mais bombas foram lançadas em direção à torcida. Alguns entraram no acesso destinado à imprensa. Crianças, atingidas pela fumaça, choravam acompanhada de seus pais.

Por volta das 15h40, o choque entrou pela rua Turiassu. O objetivo era dispersar os palmeirenses. Os torcedores, no entanto, revidaram, atirando pedras e garrafas de vidro. O barulho das bombas era ouvido de longe, no interior do Allianz Parque.

O clássico foi marcado pelo imbróglio envolvendo a carga de ingressos da torcida do Corinthians. Na sexta-feira, o Ministério Público determinou que o estádio recebesse apenas uma torcida. A Federação Paulista acatou a determinação e vetou as entradas para os corinthianos.

No fim da tarde, Mário Gobbi, mandatário alvinegro, afirmou que o time não entraria em campo. Depois, a Justiça contrariou o MP e deixou a decisão nas mãos da FPF. A entidade, então, liberou os ingressos para a torcida corinthiana.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes