Corinthians garante renda líquida de pelo menos R$ 4,7 milhões com classificação na Libertadores

Corinthians garante renda líquida de pelo menos R$ 4,7 milhões com classificação na Libertadores

Por Diego Salgado

16 mil visualizações 100 comentários Comunicar erro

Arena Corinthians receberá os jogos da fase de grupos

Arena Corinthians receberá os jogos da fase de grupos

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians manteve vivo o sonho do bicampeonato na Libertadores ao empatar por 1 a 1 com o Once Caldas e, de quebra, garantiu a bilheteria de pelo menos três partidas da competição. Os jogos da fase de grupos na nova arena alvinegra devem render, no mínimo, R$ 4,7 milhões - o montante será destinado ao Fundo Arena, usado pelo clube na amortização da dívida relativa à construção do estádio.

A renda bruta de cada jogo da fase de grupos da Libertadores deve chegar a R$ 2,43 milhões. O fato deu-se, por exemplo, na vitória por 3 a 0 sobre o Once Caldas, no último dia 4, com 35.757 nas arquibancadas. A renda líquida, por sua vez, seria de R$ 1,54 milhão. Isso porque o Corinthians tem despesas com a operação do estádio nas partidas. No ano passado, o clube usou 37% da renda bruta com gastos fixos e variáveis da arena.

Nos primeiros 18 jogos do Corinthians no estádio, disputados entre maio e dezembro de 2014, a renda total chegou a R$ 36,5 milhões. Desse total, 63% foi "salvo" e destinado ao Fundo - ou R$ 23 milhões. A média de público foi de 31.069, com total de 559.251 espectadores. Neste ano, 22.572 compareceram à arena no amistoso contra o Corinthian-Casuals e 25.582 assistiram à vitória sobre o Marília.

Dessa forma, uma final de Libertadores significaria mais quatro partidas em casa e renda líquida de R$ 6,2 milhões. A diretoria corinthiana prevê, no entanto, um público superior a 40 mil torcedores nos próximos meses. A capacidade, contando as 2,5 mil poltronas dos camarotes, é de 47 mil lugares.

Além da bilheteria, o Corinthians conta como outras fontes de receita, como estacionamento, eventos pontuais e a própria venda dos camarotes. O cumprimento do objetivo é essencial para as finanças do clube. A dívida com bancos é de R$ 750 milhões. O prazo de pagamento será de 13 anos e meio, a partir julho deste ano, em parcelas mensais. O pagamento ocorrerá com o montante acumulado no Fundo. Estima-se que o valor será de R$ 5 milhões mensais.

O melhor público após 21 jogos foi registrado contra o Criciúma (38.413). Os confrontos contra Botafogo e Figueirense vêm em seguida, com 37.119 e 36.123 torcedores, respectivamente. A partida diante do Once Caldas ocupa a quinta posição. A maior renda foi alcançada na abertura do estádio. Na ocasião, o Corinthians arrecadou R$ 3,03 milhões, com lucro de R$ 2,38 milhões.

Na próxima quarta-feira, a equipe alvinegra enfrenta o São Paulo em Itaquera. Depois de atuar duas vezes fora de casa pelo Grupo 2 da Libertadores, o time recebe o Danubio, do Uruguai, no dia 1º de abril, e o San Lorenzo, no dia 16 do mesmo mês.

Veja Mais:

  • Jair Ventura conheceu sua segunda derrota em seu segundo clássico pelo Corinthians

    Corinthians alimenta fantasma de 14 anos em sequência de clássicos desastrosa pós-Carille

    ver detalhes
  • Corinthians de Pedrinho e Gabriel está ladeira abaixo no Brasileirão-2018

    Trio pontua, embola briga contra rebaixamento e ameaça Corinthians; veja classificação

    ver detalhes
  • Jair comandou treino do Timão na manhã deste domingo

    Com presença dos poupados em clássico, Jair inicia preparação para decisão contra o Cruzeiro

    ver detalhes
  • Um alerta palmeirense ao Corinthians

    [Lucas Faraldo] Um alerta palmeirense ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes