Se repetir sequência do começo da carreira, Rogério Ceni levará centésimo gol do Timão

Se repetir sequência do começo da carreira, Rogério Ceni levará centésimo gol do Timão

Por Meu Timão

Rogério Ceni sofreu cinco gols em goleada corinthiana em 2011

Rogério Ceni sofreu cinco gols em goleada corinthiana em 2011

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Às vésperas da aposentadoria, Rogério Ceni ainda pode bater outro recorde na carreira. Dessa vez, entretanto, negativo. E diante do maior rival. O goleiro são-paulino já sofreu 91 gols do Corinthians e está a nove de levar o centésimo do time alvinegro. Se repetir o desempenho de duas sequências (em 1994 e 2010) contra a equipe corinthiana, o camisa 1 irá atingir a marca.

Rogério adiou a aposentadoria e renovou contrato até o dia 5 de agosto deste ano. Dessa forma, deve disputar, no mínimo, mais três jogos contra o Corinthians - além do confronto da próxima quarta-feira, uma partida do Paulistão (dia 8 de março) e o segundo jogo da Libertadores (dia 22 de abril). Em 1994, logo no começo da carreira, o ídolo do São Paulo sofreu nove gols ao término de uma sequência de três duelos seguidos.

A série negativa começou com duas vitórias corinthianas na Copa Bandeirante, por 4 a 1 e 2 a 0 (com direito a gol olímpico de Marcelinho), em julho daquele ano. Em dezembro, o São Paulo venceu o rival, mas sofreu três gols na primeira semifinal da Copa Conmebol (4 a 3).

O fato repetiu-se em 2010. Ainda em abril de 2009, o Corinthians bateu o rival na semifinal do Paulistão - na ocasião, Cristian marcou o gol da vitória por 2 a 1 no último minuto. Lesionado, Rogério voltou a enfrentar o rival quase um ano depois. E sofreu mais quatro gol na derrota por 4 a 3. Cinco meses depois, viu nova derrota são-paulina (3 a 0, no Brasileirão).

No total, Rogério Ceni enfrentou o Corinthians em 63 oportunidades. A média de gols sofridos é de 1,44. Assim, se prorrogar mais uma vez o término da carreira, o goleiro, com a mesma média, pode chegar bem próximo da marca negativa. Isso porque jogaria mais duas vezes pelo Brasileirão. Os rivais podem se encontrar, ainda, na fase de mata-mata do Paulistão, da Copa do Brasil e da própria Libertadores.

O primeiro jogo do arqueiro diante do Corinthians foi disputado no dia 11 de junho de 1994. O amistoso terminou empatado sem gols. Em 63 partidas, o São Paulo acabou derrotado 24 vezes, com 20 empates. Rogério também enfrentou o time alvinegro antes de estrear no profissional. Incluindo essas partidas, o goleiro já foi vazado mais de 100 vezes diante do rival.

Rogério é também o goleiro que mais sofreu gols do Corinthians. Oberdan Catani é o segundo, com 64 gols . Lista ainda traz Poy (São Paulo, 60 gols), Félix (Portuguesa e Fluminense, 46 gols), Waldir Peres (Ponte Preta, São Paulo, Guarani e Portuguesa, 43 gols), Leão (Palmeiras, Vasco e Grêmio, 41 gols) e Carlos (Ponte Preta, Atlético-MG, Guarani, Palmeiras e Portuguesa, 40 gols). Marcos sofreu 35 gols em 20 jogos e ocupa a oitava posição.

Rogério Ceni: 9 gols em 3 jogos

1994
Corinthians 4 x 1 São Paulo – 21/07/1994 (Copa Bandeirante)
Corinthians 2 x 0 São Paulo – 31/07/1994 (Copa Bandeirante)
Corinthians 3 x 4 São Paulo – 02/12/1194 (Copa Conmebol)


2009/2010
Corinthians 2 x 1 São Paulo - 12/04/2009 (Paulistão)
Corinthians 4 x 3 São Paulo - 28/03/2010 (Paulistão)
Corinthians 3 x 0 São Paulo - 22/08/2010 (Brasileirão)

Veja Mais:

  • Corinthians venceu o Paulistão no começo do ano

    Corinthians conhece adversários de grupo do Campeonato Paulista de 2018; veja as chaves

    ver detalhes
  • Corinthians é o maior vencedor do Campeonato Paulista

    Datas, novidade na lista de inscritos e premiação: saiba tudo sobre o Paulistão 2018

    ver detalhes
  • Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, resolveu pressionar a arbitragem

    Presidente do Grêmio pressiona arbitragem antes do duelo com o Corinthians: 'careca vagabundo'

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians vai comparecer em bom número no duelo decisivo contra o Grêmio

    Corinthians divulga nova parcial de ingressos para jogo decisivo contra o Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes