Diretoria presta contas e diz que custo final da Arena Corinthians é de R$ 985 milhões

Diretoria presta contas e diz que custo final da Arena Corinthians é de R$ 985 milhões

Por Meu Timão

Arena Corinthians, com as provisórias: palco da abertura da Copa

Arena Corinthians, com as provisórias: palco da abertura da Copa

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A diretoria alvinegra prestou contas na tarde desta terça-feira e divulgou o valor total da construção da Arena Corinthians. Segundo o documento, o estádio custou R$ 985 milhões. Em 2011, quando as obras foram iniciadas, a previsão era que o valor final chegasse a R$ 820 milhões.

No detalhamento da obra, o Corinthians informa que o custo direto da construção atingiu R$ 800,2 milhões. O indireto é de R$ 137,9 milhões. O valor dos BDI (Benefícios e Despesas Indiretas) chegou a R$ 46,9 milhões. Os impostos já fazem parte do valor divulgado.

A cobertura do estádio é a maior despesa, com R$ 162,9 milhões. As instalações (elétrica, sanitárias, ar-condicionado), por sua vez, custaram R$ 110,8 milhões. O projeto ficou em R$ 50,4 milhões e o custo da remoção dos dutos da Petrobras chegou a R$ 10,3 milhões.

A construção Arena Corinthians foi viabilizada por meio dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs), que são incentivos fiscais para a região leste da capital paulista, emitidos pela Prefeitura de São Paulo. O valor total do repasse, ainda em andamento, é de R$ 420 milhões.

Além disso, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) emprestou R$ 400 milhões, previsto pelo Programa ProCopa Arenas, usado por 11 estádios da Copa do Mundo. O repasse, no entanto, demorou a ocorrer. Dessa forma, a Odebrecht, construtora responsável pela obra, realizou um empréstimo-ponte com outros bancos.

Assim, a dívida corinthiana chega a R$ 750 milhões. O prazo de pagamento será de 13 anos e meio, a ser iniciado a partir de julho, em parcelas mensais. Estima-se que o valor será de R$ 5 milhões mensais.

O pagamento ocorrerá com o montante acumulado no Fundo Arena. Isso ocorre com todo o lucro ligado à operação do estádio. No ano passado, o clube disputou 18 partidas na nova arena. A renda bruta chegou a R$ 36,5 milhões. A líquida, por sua vez, a R$ 23,03 milhões - ou 63,1% do total.

De acordo com a diretoria alvinegra, outras fontes de receita irão ajudar na conta, como estacionamento, cadeiras cativas, bares e restaurante. O clube deve disputar pelo menos 35 jogos no local nesta temporada.

Veja Mais:

  • Diversos torcedores não conseguiram efetuar a troca de ingressos

    Com fila absurda e nova confusão, torcida do Corinthians esgota ingressos para final da LNF

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes
  • Oswaldo negou que seus treinos sejam repetitivos

    Oswaldo volta a sinalizar escalação do Corinthians em coletivo e explica semana de treinos

    ver detalhes
  • Jô está de férias e só volta ao CT Joaquim Grava em janeiro

    Jô é liberado pelo Corinthians para férias e não aparece no CT nesta sexta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes